ALERTA:Delcina Filgueira fala sobre Hanseníase no município de Codó

Manchas de Hanseníase

O blogdoacelio entrevistou a coordenadora do programa que combate a Hanseníase no município de Codó que fechou o ano de 2011 com nada menos que 110 casos notificados e tratados.

Delcina Filgueira falou sobre os sintomas que, na maioria das vezes, começa com manchas pelo corpo, indolores.

“É importante que se diga quais são os sintomas dessa doença que são manchas avermelhadas, esbranquiçadas com perda de sensibilidade. Qualquer uma dessas manchas é preciso procurar o posto de saúde para que seja investigada essas manchas”, esclareceu

ABANDONO DE TRATAMENTO

A coordenadora explicou que o nível de abandono do tratamento entre os diagnosticados codoenses é baixo, algo em torno de 2% apenas ou menos, difícil é encontrar alguém com sintomas que se disponha a fazer os testes que são oferecidos gratuitamente em todos os postos da cidade.

“O nosso entrave aqui é em termos dos contatos, o mais difícil é a gente trazer eles aqui para que façam exame de contato (diagnóstico da Hanseníase), o índice de Codó não chega à 2% de abandono e isso pra nós é importante”, explicou

PERIGO

A doença não mata, mas sem cura pode deixar sérias seqüelas pelo corpo. Dedos atrofiados (que não podem abrir e fechar) e a cavidade nasal aberta por causa da destruição dos nervos, estão entre estas.

“Como a Hanseníase de pele e de nervo tem que se fazer o tratamento o mais precoce possível para que não o acometimento de nervo e tão logo comece este tratamento tem que levar até o fim, se for um tratamento de um ano, vamos completar”, pediu

EXAMINAR TODA A FAMÍLIA

Além de completar o tratamento que pode ser de seis ou de um ano, o diagnosticado com Hanseníase deve levar ao posto de saúde mais próximo todos aqueles com quem tem contato direto em seu cotidiano, pois a doença é altamente infecciosa e transmite pelo ar, como se fosse gripe , e pelo contato íntimo com o doente.

“vamos trazer os nossos contatos pra gente fazer os exames pra ver se alguém na casa já tem o problema isso é importante também então a gente pede à população que compareça aos postos de saúde, qualquer suspeita de mancha, no seu filho, principalmente também as crianças”, explicou

Deixe um comentário