Banalização da violência ainda é o tema central no parlamento

Leonel Filho - PTN
Leonel Filho – PTN

Assim como outros legisladores codoenses, o Vereador Leonel Filho (PTN) voltou a falar sobre o aumento da violência e a banalização da criminalidade no município. Na plenária da Casa do Povo, o líder do Governo na Câmara pediu celeridade na escolha da data para audiência pública solicitada por ele em sessão anterior e clamou pela colaboração e união de toda a sociedade codoense.

“É preciso estabelecer logo a data da audiência, com uns quinze dias de antecedência, para não pegar ninguém de surpresa e para que todos estejam presentes”. Lembrou.

O parlamentar tratou da escalada da violência como um fenômeno nacional, sobretudo nos últimos anos, lembrando do último episódio fatídico para o país, no qual o repórter cinematográfico da TV Bandeirantes fora vítima de um foguete lançado por um manifestante e veio a falecer.

A violência parece eclodir em todo o território nacional, principalmente nos últimos meses. Em Codó, os números da violência também estão subindo. Seja no trânsito, seja pelo tráfico de drogas, nossa juventude está sendo vítima de constantes ações violentas pelos bairros da cidade”. Desabafou.

Banalização da criminalidade

Um fato patético é aquele que de tão absurdo chega a parecer tragicômico. Leonel Filho reproduziu na tribuna um relato de uma moradora da cidade que enterneceu o público. Contou o vereador que uma codoense teve sua casa invadida, assaltada e que, ao final do crime, o ladrão ainda pediu à vítima que reforçasse a sua segurança.

É inacreditável! Parece piada, mas não é. É muito triste. Veja vocês a que ponto nós chegamos. O ladrão assaltar a casa da pessoa e ainda dar dicas de como se proteger dele mesmo”.

OAB como aliada

O Vereador Leonel Filho conclamou a sociedade codoense para a audiência pública sobre segurança e espera contar com todos os seguimentos da sociedade “Temos que unir forças agora. As autoridades e forças de segurança pública, a imprensa, as associações de trabalhadores, associações de mães, Polícia Civil e Militar o Ministério Público e a Ordem dos Advogados do Brasil, que também sempre será uma grande aliada. Temos que realizar a audiência com caráter de urgência, pois a responsabilidade é de todos e todos nós somos afetados”.

Educação X Violência

Para encerrar o seu discurso, Leonel salientou as medidas de urgência no combate a violência, mas lembrou que a arma mais eficaz contra o crime continua sendo a educação. “Hoje estamos tendo que tomar medidas mais emergenciais e recorrer ao estado. Mas o prefeito Zito Rolim, desde seu primeiro ano de mandato vem trabalhando em cima de uma ferramenta que, a médio e longo prazos irão ajudar de forma consistente no destino de nossos jovens e diminuir a violência em nosso município: a construção de salas de aula”. Finalizou.

Ascom/Vereador Leonel Filho     

4 comentários sobre “Banalização da violência ainda é o tema central no parlamento”

Deixe uma resposta