Câmara de Peritoró discute Segurança Pública em sessão especial

Autoridades presentes
Autoridades presentes

A Câmara Municipal de Peritoró realizou ontem (14), uma sessão especial para discutir a problemática da segurança pública no município de Peritoró. A sessão é fruto de um requerimento do vereador Irmão Bentinho.

Marcaram presenças no evento o delegado João Batista Muniz; o comandante do 4º Pilotão da Policia Militar, Gutemberg; o Juiz da Comarca de Coroatá que responde por Peritoró, Dr. Francisco Ferreira Lima; da Psicóloga, Fernanda Matos; da representante da Secretaria de Educação e do Executivo, professora Ionere Loiola; do Presidente da Câmara, Constantino Santos Neves; além dos demais vereadores e representantes da sociedade organizada.

O presidente Constantino abriu o debate falando do objetivo da sessão e coordenou todos os trabalhos. O delegado João Batista fez uma explanação de como se encontra atualmente a segurança local, as dificuldades encontradas e as ações que estão sendo desenvolvidas no sentido de melhorar. Destacou principalmente o avanço das drogas no município e o combate que está sendo realizado.

Dr. Francisco, juiz de Direito,  falou dos inúmeros casos que ocorrem em Peritoró; ele afirma em sua análise que a quantidades das ocorrências que chegam ao Fórum, em Coroatá, são assustadores; muitas das vezes em quantidade igual ou superior a aquela cidade com o a população superior a Peritoró.

Destacou também a importância da implantação do Fórum em Peritoró, no seu ponto de vista, a presença do Poder Judiciário e do Ministério Público na cidade melhoraria em muito o setor da segurança local. Cobrou também empenho de todos os poderes públicos na luta por esta conquista.

Comunidade questionando
Comunidade questionando

 Durante toda a sessão foram debatidos os principais problemas que estão ligados à segurança. Além da falta de uma comarca presente na cidade, foi muito abordado também a questão das drogas, problema crescente na cidade; a violência contra a mulher e a participação da família que deve ser fundamental como apoio estrutural para crianças e adolescente.

 Foi cobrado também a implantação ou o fortalecimento dos programas de cunho social como o CRAS, PETI e outros. Ao final ficou definido como sugestão de ação urgente, a implantação da Comarca com respectivos Fórum; a criação de um comitê de debate permanente formado pelos poderes públicos constituídos e membros da sociedade organizada que terá a função de discutir o assunto e outros encaminhamentos.

 Para o presidente Constantino, a sessão especial para discutir a segurança no município foi um marco histórico: “estou feliz por estarmos aqui reunidos, discutindo os problemas que afetam nossa população. Ação como está vai nos ajudar e nos direcionar na buscar de soluções conjuntas.” Finalizou o presidente.

Deixe um comentário