Candidatos do PSOL usam tempo maior das inserções para mostrarem suas propostas

O PSOL ficou castigado pelo tempo na propaganda eleitoral deste ano. Como não se coligou, professor Rafael, candidato a prefeito, ficou com apenas 17 segundos, dos 10 minutos destinados ao horário eleitoral no rádio e na TV.IMG-20160902-WA0661

Mas acabou se igualando aos demais noutra porta aberta pela Justiça Eleitoral – nas inserções que rodam nos intervalos da programação. Nesta os VT’s, por exemplo, podem ser feitos de 30 segundos ou de 1 minuto.

Já verifiquei que o partido está usando com inteligência as inserções mostrando suas propostas, sobretudo aquelas direcionadas à educação e à defesa dos servidores públicos municipais.

Deixe um comentário