CEMAR – Viver legal ou morrer na ligação ilegal?

Escolha a vida! Furto e fraude de energia são crimes com penas elevadas e colocam em risco a sua vida e a de outras pessoas.

O furto é caracterizado pelo desvio direto de energia da rede elétrica das Distribuidoras, o que faz com a energia seja utilizada, mas não contabilizada, levando à perdas de energia.

Já a fraude é quando o consumidor é registrado, mas faz adulterações na fiação elétrica, e desta forma consome energia, mas paga apenas uma parte e não o consumo real. Fique atento, pois os prejuízos são enormes.

  • Você sabia que todos pagam pela energia que é gerada, transmitida e distribuída? Assim, todos os consumidores também pagam pela energia que é furtada.
  • Furto de energia é uma ação criminosa e passiva de punição legal, prevista no Artigo 155, parágrafos terceiro e quarto do Código Penal Brasileiro (inclusive com pena de 1 a 8 anos de reclusão e multa).
  • O furto de energia coloca a sua vida em risco, pois pode provocar choque elétrico, que costuma ser fatal! Além de provocar também sobrecarrega nos transformadores, o que pode deixar sua casa sem energia elétrica e ainda causar incêndios.
  • Lembre-se que alterar o medidor de energia elétrica também é considerado furto. Se o lacre do seu medidor estiver rompido você poderá ser multado.
  • Evasão de tributos: o Maranhão deixa de arrecadar cerca de R$ 40 milhões por ano em função dos impostos sonegados.

Denuncie! Se você observar furto e fraude de energia, além de ligações elétricas clandestinas em áreas de ocupação irregular, popularmente conhecidas por gambiarras ou gatos, denuncie por meio da Central de 116, pelo site da Cemar.

Deixe uma resposta