Chiquinho do Saae defende irmão mas também não diz quando sofredores da Vila Biné terão água

O vereador presidente da Câmara, Chiquinho do Saae, defendeu a autarquia que lhe deu sobrenome político em nome do irmão Paulinho Maclaren, colocado por ele para gerir o Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Codó, após duro embate interno dentro do Governo de Zito Rolim que acabou custando a cabeça de dois ex-diretores (Marcelo Moebus e Pauly Maran, remanejados para secretarias de governo com intuito de apagar as chamas do poderoso Chiquinho).

O caso em tela foi o do poço não concluído da Vila Biné II, bairro São Francisco,  onde 310 famílias continuam catando pingo d’água nas torneiras a partir de 1h da madrugada.

Em tom brando e amigável Chiquinho falou como se não tivéssemos ouvido o diretor Paulinho. Tanto entrevistamos que publicamos sua fala e ontem, na Câmara, o  ouvimos dar a mesma explicação de Maclaren, relatada  no final  da matéria anterior.

DEPENDE DA CEMAR

Paulinho falou que dependia de uma resposta da CEMAR responsável pela instalação elétrica, Também falou sobre a construção de uma casa para proteger o poço. Só não disse nada sobre projeto e  engenheiro (única novidade na fala de seu irmão vereador).

“Hoje existe prazo pra tudo, pra tudo tem prazo. O SAAE já fez o seu projeto, já contratou o engenheiro e acredito que já foi dada entrada na CEMAR tamo aguardando pra saber se vai ser aprovado ou não”

“Então é dessa forma que as vezes colocam e as pessoas acham que o SAAE tá fazendo maldade com aquele povo e nós sabemos das dificuldades que se tem hoje no município de Codó, no Maranhão”, apelou o parlamentar

PROMESSA SEM PRAZO

Ao final, Saae reafirmou a promessa  que Paulinho também nos fizera quando estivemos em seu gabinete na semana passada – que o poço vai funcionar.

Porém, da mesma forma que o diretor da autarquia, nosso presidente Chiquinho também não estipulou data fixa para tal ocorrência,  chegando a mencionar  tempo de espera de 35 dias, 45 dias (nada exato para que os sofredores da Vila Biné II ao menos reacendessem uma chama de esperança a ser apagada com a água do poço, até hoje,  pela metade).

“Aquele poço vai ser terminado, não está em funcionamento porque existe prazo pra isso, prazo da Cemar, tem que se fazer a casa para se colocar o quadro de comando e tem todo um processo, então eu acredito que a direção do SAAE tá aberta ao nosso amigo Acélio, ele é amigo da gente”, concluiu o presidente

Deixe um comentário