Codoenses ajudam garoto de Chapadinha a fazer teste em time do Rio de Janeiro

Jorginho e Carrias

O jovem jogador, Jorge Oliveira, ‘’O Jorginho’, mora na rua 29 de março, bairro Corrente, na cidade de Chapadinha.

É filho de pais humildes, o vigilante Jorge Oliveira da Conceição e a dona de casa, Ivonete Sousa Carvalho, que sonham, com o garoto, em um dia vê-lo brilhar nos campos de futebol do Brasil e do mundo.

SOLIDARIEDADE CODOENSE

Agora Jorginho vai bater mais uma bola no gramado da oportunidade. Saiu às 5h30min desta sexta-feira, (6), com destino ao Rio de Janeiro, onde fará um teste no time do Olaria. O menino tem boas chances, segundo os codoenses Carrias de Sousa e Gilson da Sucam que lhe acolheram em Codó e o estão ajudando a chegar ao Rio, com todas as despesas necessárias.

Em seu histórico, Jorge Oliveira já tem passagens por Caruarú/Pernambuco, e em times maranhenses das cidades de Pinheiro, Imperatriz, São Luís onde esteve no Sampaio Corrêa e Codó quando jogou um amistoso pelo Cruzeiro.

Jorginho, de Chapadinha

“Eu sou muito amigo do pai dele que foi quem me pediu ajuda. Pela amizade que tenho com o pai e por acreditar que o Jorginho tem muito talento eu e o Gilson estamos ajudando com o que a gente pode, viagem, alimentação, apoio moral mesmo, tudo que a gente, dentro das nossas condições, pode oferecer”, declarou Carrias entusiasmado

CONFIANÇA

Jorginho também está confiante. Vai passar cerca de 15 dias para os testes no Olaria, caso seja aprovado cuidada para que tenha novas oportunidades fazendo o melhor pelo time carioca que o recebeu.

“A gente pensa que vai dá certo, afinal é tudo que eu quero, né, ser jogador de futebol e eu to indo pra ficar”, disse de forma ainda tímida o jogador

A mesma coisa espera Carrias, que declarou que pretende continuar ajudando garotos com o sonho de Jorginho.

“Sempre que tiver um e eu puder dá uma ajuda, vou continuar fazendo”, afirmou

Deixe uma resposta