Comandante da PM critica abandono do Poder Público que motivou surgimento da cracolândia

O comandante do 17º BPM, tenente-coronel Jurandir de Sousa Braga, criticou o abandono do Poder Público que, na opinião dele, motivou a formação da CRACOLÂNDIA de Codó, área próxima ao troca-troca, por trás do Mercado Central.


“Aqui, a princípio, tá abandonado pelo Poder Público então isso aqui virou um terreno fértil para as pessoas comprarem e consumirem drogas, nós calculamos um movimento de 300 à 400 pessoas por dia com esse objetivo, são usuários de drogas, sem contar traficantes e assaltantes”, disse

ASSASSINATOS

Ele também falou sobre o número de assassinatos registrados na área. Ao final da entrevista disse esperar ajuda de entidades e do Poder Público para revitalizar a área já que pretende até mandar derrubar barracos que só serviam para a venda de crack.

“Nós já tivemos este ano três assassinatos diretamente ligados à esse movimento, é hora da gente dá um basta nisso aqui. Esperamos contar com a ajuda do Poder Público, mas, a princípio, a Polícia Militar vai ocupar isso aqui por tempo indeterminado até que se acabe com isso aqui, até que se dê um basta nessa cracolândia”, finalizou

3 comentários sobre “Comandante da PM critica abandono do Poder Público que motivou surgimento da cracolândia”

  1. A poucos dias estive em São Paulo e ouvi também a mesma frase de um policial.poder publico no geral,governo federal,estadual e municipal,é no Brasil todo,infelizmente chegou na nossa amada Codó.

  2. PARABÉNS, ATÉ QUE ENFIM APARECEU ALGUÉM COM CORAGEM E DETERMINAÇÃO PARA FAZER O QUE JÁ DEVERIA TER SIDO FEITO A MUITO TEMPO, COMANDANTE VALEU PELA INICIATIVA

Deixe uma resposta