CPI que vai investigar desvios no DPVAT deve começar os trabalhos nos próximos dias

A Comissão Parlamentar de Inquérito que vai investigar desvios nos recursos do seguro DPVAT deve iniciar seus trabalhos nos próximos dias.

O DPVAT é pago com recursos arrecadados anualmente junto com o pagamento do IPVA de todos os brasileiros que possuem um veículo automotor, seja ele carro, moto ou caminhão.

Em 2015, o DPVAT arrecadou mais de oito bilhões de reais, mas estima-se que 25% desse total esteja sendo desviado por quadrilhas especializadas em fraudar acidentes que não ocorreram.

A autora do pedido para a criação da CPI, deputada Raquel Muniz, do PSD de Minas Gerais, ressaltou que esses desvios prejudicam principalmente o SUS que deveria receber 45% dos recursos do DPVAT para atender as vítimas de trânsito.

“Eu sou médica e eu quero identificar esse recurso lá no SUS. Porque a gente reclama tanto aí da falta de recursos na saúde e a gente sabe o que lotam os hospitais são essas vítimas de acidentes de trânsito e muitas vezes pacientes com outras doenças não são atendidos em função de ter que atender essa urgência do trânsito. Então, esses 45% eu quero ver o caminho deles né?”

O seguro DPVAT é pago diretamente para a vítima ou seus dependentes em casos de morte, invalidez e reembolso de gastos médico-hospitalares. Para maiores informações os interessados podem acessar o site da seguradora Líder, que é responsável pelo pagamento do seguro em todo o país no endereço www.seguradoralider.com.br

Reportagem — Karla Alessandra

2 comentários sobre “CPI que vai investigar desvios no DPVAT deve começar os trabalhos nos próximos dias”

Deixe um comentário