“De fato a situação aqui é calamitosa”, diz diretor do PROCON MA sobre agências bancárias de Codó

Numa ação nunca antes registrada dentro do município de Codó, o diretor do Procon MA, Duarte Junior, reuniu uma equipe de fiscalização e foi direto para nossas agências bancárias. Nossa reportagem acompanhou o trabalho nas agências do ITAÚ e BRADESCO.

Foto feita pela equipe do Governo do Estado que acompanhava a fiscalização
Foto feita pela equipe do Governo do Estado que acompanhava a fiscalização

Ao entrar na Afonso Pena, de cara, deparou-se com uma fila enorme do lado de fora debaixo de um sol nada agradável. Imediatamente Duarte desceu da caminhonete, como se estivesse surpreso e estimulado a combater aquilo que presenciava.

Foi direto conversas com as pessoas, ouviu um idoso (seu Lourival Medeiros Borba, de 68 anos, que estava há mais de 30 minutos em pé na fila) e também outros clientes. Entrou e passou alguns minutos ouvindo a gerência do Itaú, a respeito.

CALAMIDADE

Depois disso partiu para a agência Bradesco. Quando entrou a primeira coisa que disse foi ‘isso aqui é desumano’, repetindo isso para funcionários da agência à sua volta. O gerente que se apresentou repeliu a presença da imprensa e pediu para que nada fosse filmado dentro do Bradesco.

Quando Duarte Junior pôde conversar com os repórteres detalhou problemas encontrados nestas agências e tachou a situação vivenciada pelos codoenses de CALAMITOSA.

“Falta de portas giratórias, não há separação do local onde há o atendimento para o local onde há espera, gerando uma maior insegurança ao consumidor e também ao bancário, há também uma falta de condições de higiene, um só banco para atender homens e mulheres, pessoas com deficiência, então de fato a situação aqui é calamitosa”, afirmou com ar de pesar

O QUE SERÁ FEITO?

Perguntei sobre que providência, imediatas, seriam tomadas sobre as agências. Se seriam apenas notificadas? O diretor afirmou que não apenas notificadas, mas penalizadas na forma da lei.

“Nós vamos aplicar já as sanções , nesse momento nós lavramos autos de infrações e as sanções podem variar desde multas até o fechamento da instituição financeira”, concluiu

8 comentários sobre ““De fato a situação aqui é calamitosa”, diz diretor do PROCON MA sobre agências bancárias de Codó”

  1. Não me diga! É mesmo? Estou chocado com tamanha novidade! Ainda não estou acreditando! Tem certeza que o atendimento nas agências do Codó é calamitoso? Será que esse diretor não está enganado? Até onde eu sei, os clientes nunca passam mais de 5 minutos na fila, NUNCA falta dinheiro nos caixas eletrônicos, e o atendimento é uma maravilha.

  2. Se a população começar a encher a carniças desses bancos de processo! Duvido se não vão começar a tratar a população com respeito.

  3. NÃO É DE HOJE QUE E ASSIM , O BANCO BRADESCO JA TEM MUITO TEMPO NA CIDADE DE CODÓ ERA PRA TER JA UMA AGENCIA EM ÁREA PRÓPRIA COM UMA INSTALAÇÃO PRÓPRIA BEM AMPLA E CONFORTÁVEL, MAIS VIMOS QUE O GERENTE NAO SE PREOCUPA COM NADA, NAO CORRE ATRAS DE MELHORIA, JA O ITAU E NOVA NA CIDADE MAIS TEM QUE MELHORAR TB POIS JA TEM MUITOS CORRETISTA,TEM QUE OFERECER ALGO MELHOR PRA OS SEUS CLIENTES

  4. Sem ou com qq. advogado em codo nesses assuntos nao ganha. Se ganhou compartilha com o povo ai pra ajudar!
    Pose pAra fotos!
    Pq o procon de codo nao manda baixar o preço da gasolina …só em sao luis?
    Pq o procon de codo n manda baixar o preço da carne como sugeriu um edil?
    Compro um jumento se o procon de codo fizer 1 fiscalizaçao sozinho sem equipe da ilha.

  5. Essa ação do PROCON não resolve quase nada, o que de fato precisa com urgencia e descentralizar as agencia Bancarias do centro, ao lado da escola João Ribeiro, tem um salão pronto pra alugar, e um local estratégico, em frente ao Forum e logo -logo a pouca distancia do quartel.

Deixe um comentário