DEBAIXO DA CHIBATA – Contratados de Codó trabalham como professores, mas continuam ganhando como ‘fazedor de bico’

A situação dos professores contratados pelo município de Codó continua merecendo uma atenção especial por parte do prefeito Zito Rolim e sua Secretaria de Educação, hoje comandada pela professora Rosina Benvindo.

Na noite de ontem (18) um grupo de professores fez contato com o blog. Representado por um dos integrantes, que se comunicava via mensagem de celular transcrevendo os anseios dos demais, pude sentir, com alguns detalhes, o tamanho do sofrimento.

SALÁRIO LONGE DO PISO NACIONAL

O salário é o maior problema dos contratados em Codó. O Governo Cuidando de Nossa Gente trata de forma discriminatória quem vive de contrato e quem é efetivo, como se realizassem serviços completamente distintos, o que não se concretiza no campo fático, pois a carga horária e as responsabilidades de um também fazem parte do cotidiano do outro.

O professor contratado, depois de todos os descontos da prefeitura, só  leva para o bolso, exatamente, R$ 686,61,  isso porque o salário estabelecido pela secretaria não passa de R$ 746,32, enquanto o piso salarial dos educadores  no Brasil já é de R$ 1.567.

Percebe-se, claramente, que há um mundo único criado pelo governo Cuidando de Nossa Gente, que ignora completamente a lei do Piso Nacional, que não distingue quem tem contrato de quem é efetivo – daí o nome PISO SALARIAL NACIONAL PARA OS PROFISSIONAIS DO MAGISTÉRIO PÚBLICO DA EDUCAÇÃO BÁSICA.

Os discriminados de Codó ainda enfrentam outra lamúria em seu cotidiano. Aquele que é mandado para a zona rural reclama de falta de ajuda de custo para o transporte, pois não é para toda região que este é disponibilizado ao professor.

TRABALHANDO NA CHIBATA

Um professor do 6º 9º ano escreveu em sua mensagem ao blog que trabalha a 43 kms da sede do município e se quiser ir a vir todos os dias precisa desembolsar R$ 12 para comprar gasolina para sua motocicleta.

“Eu, particularmente, trabalho a 43 kms do município (sede) e gasto 12 reais todo dia com gasolina, então eu estou pagando para trabalhar, kd a ajuda de custo?” escreveu indignado o educador que mostrou-se disposto a apresentar seu contracheque desde que tivesse seu nome preservado.

É PROFESSOR OU FAZEDOR BICO?

Nesta situação, o professor contratado está, realmente, quase pagando para trabalhar. Gastando R$ 12 por dia de gasolina, tem um gasto médio mensal, só com combustível, de R$ 360. Para aquele que recebe líquido R$ 686,61,  só resta R$ 326, 61 para comer, vestir, lazer e comprar livros para estudar (Se este professor tiver uma família com três pessoas na casa a coisa fica mais feia ainda, está sendo obrigado a levar uma vida equivalente à de um desempregado que faz  bico pra sobreviver).

É mais do que lamentável, é cruel.

São centenas de professores nesta situação. Entre estes muitos reclamam da passividade do Sindsserm que pouco caso tem feito desta situação de miséria e desrespeito ao educador contratado.

Eles acreditam que como quem está a frente das manifestações, em sua maioria, é efetivo, a dor da taca sobre os lombos dos coitados dos contratados não tem ecoado em nenhum lugar.

“A gente não pode nem acompanhar eles que perdemos nosso contratou, inclusive na parada do dia 27 eles (efetivos) vão abordar esse assunto”, disse uma das mensagens.

Com a palavra o governo Que Não tem Cuidado dessa Nossa Gente.

20 comentários sobre “DEBAIXO DA CHIBATA – Contratados de Codó trabalham como professores, mas continuam ganhando como ‘fazedor de bico’”

  1. O mais triste da situação dos contratados é que eles nunca vão à luta. Sempre que há movimento dos professores eles se acovardam. Esperam – com a boca escancarada cheia de dentes – que os outros lutem por eles.

  2. Acelio, seu comentário só tem um significado! falar mal do Governo. O teu patrão explora seus funcionários, paga um salário mínimo, com 44 horas de trabalho pesado por semana e vc não faz nenhum comentário. O professor contratado ganha R$746,32, tem o INSS recolhido, e trabalha 20 horas por semana. Eu dou um conselho para os professores contratados. Estudem e façam um concurso que logo logo este professor irá ganhar o piso nacional!

  3. nós professores contratados não acompanhamos as reivindicações por que tememos pelo fato de perder essa miséria que é nosso contrato e não por que nus acovardamos,e no caso do concurso seu codoense atento, que não é tao atento assim, quando foi o ultimo concurso??, mesmo assim em todas as áreas existem contratos e não eh por isso que devemos ser menosprezado pelo governo,por que trabalhamos de igual com os efetivos…,mesmo que não fosse igual nosso salario, mas que fosse uma diferença minima.

  4. E UMA VERDADEIRA ABERRAÇÃO.ESSES DEFENSORES DO GOVERNO; SE O CHIQUIM ESCRAVIZA E PAGA MAL OS SEUS FUNCIONARIOS;SE A GOVERNADORA E INJUSTA COM SEUS CONTRATADOS; O PREFEITO TEM QUER FAZER O MESMO COM OS SEUS CONTRATADOS? ; VCS ACHAM QUE ISSO E UM EXEMPLO A SEGUIR?
    VAMOS NOS CONSCIENTIZAR QUE O GOVERNO PODE PAGAR O MESMO SALARIO PARA PROFESSORES QUER SEJA CONTRATADO OU CONCURSADO; POIS OM MESMO DESEMPENHAM FUNCOES IGUAIS; E UMA QUESTAO DE JUSTIÇA.

  5. A verdade Caro Acélio, é que ninguem que falar que o Governo Zito ” Cuidando da gente dele( somente valoriza os comissionados, Médicos e empresários das licitações).

    O desgoverno municipal deste cidadão(que se diz codoense),não está nem um pouco se lixando para a sorte dos contratados da educação, saúde e demais secretarias diversas.Não se recolhe um centavo para o INSS e sim um tal de ISS;

    No que se refere aos próprios servidores efetivos tais como: assistentes administrativos, Enfermeiros, Engenheiros, Assistentes sociais, Veterinários, Agrônomos, Advogados/Procuradores, Técnicos de enfermagem, auxiliares de enfermagem e tantos outros. Em 05(cinco) anos de mando e desmando na Prefeitura nunca houve uma única pintura nas salas e demais locais de trabalho(que mais parecem depósitos de lixo)ou qualquer reajuste de salário destas categorias.

    O Servidor efetivo é visto por esse “Povinho que está de passagem pela Prefeitura” como se não existissem no quadro da administração municipal. Não existe Plano de Cargos e Salários para as secretarias diversas, Reajuste Salarial e sequer reposição das perdas da inflação do ano anterior, conforme determina a Lei Municipal.

    Pior do que este governo, para os servidores efetivos, contratados e outros “não protegidos” somente o Desemprego ou a Escravidão.

    Com a Palavra a Direção do Sind. Servidores Municipais(SINDISERM) e alguém que queira ou tenha a coragem defender essa Administração ” Cuidando da gente dele”.

  6. codoense atento. vc diz q os funcionários só trabalham 44 horas? vc tá é economizando horas é. pois bem eu conheço gente lá q trabalha ha 15 anos e não sabe sequer o que é férias…

  7. Minha amiga juju você exagerou 15 anos sem tirar ferias funcionário publico de codo duvido que isso seja verdade eu conheço funcionário publico de codo que a mais de 15 anos não sabe o que e trabalhar vive só de puxar o sco dos prefeitos eu poderia aqui dizer quem são eles mais como sei que o acelio não vai publicar seus nomes não farei isso mais você deve saber que tem na educação na saúde na obras no esporte e o pior nem funcionários públicos concursados são e nem efetivos eles chamam esses cargos de comissionados kkkkkkkkkkkkkkkk eles devem ter mesmo uma comissão dos recursos do município por isso codo vive essa draga que he a prefeitura sem dinheiro pra merenda escolar por causa dos comissionados sem dinheiro pra saúde e pra comprar remédio por causa dos comissionados e por ai vai comissionados e comissões ta todo mundo atrás desses empregos eu você e o acelio eu você juju talvez nunca teremos um emprego desses comissionados mais o acelio mais dias ou menos dia vai ter um desse o tempo dirá eu não terei pois já desistir de ter pois não vivo mais em codo quem sabe você se insistir mais o acelio ta mais fácil olha aonde ele ta trabalhando kkkkkkkkkkkkkkkkk viva o acelio rapaz guerreiro puxa mesmo e não larga

  8. O QUE TEM O FRANCISCO CARLOS DE OLIVEIRA (FC OLIVEIRA), COM O GOVERNO
    DESGOVERNADO DO PARAIBANO QUE CUIDA “”EXCLUSIVAMENTE DA SUA GENTE””??.
    FC OLIVEIRA É UMA EMPRESA PRIVADA, A PREFEITURA É DO POVO E PARA O POVO
    DEVE FUNCIONAR A CONTENTO. DESDE 2009, FOI INSTALADO NO MUNICÍPIO DE
    CODÓ O “””PIOR, O MAIS PERVERSO GOVERNO MUNICIPAL””” JAMAIS ACONTECIDO
    NA HISTÓRIA POLÍTICA CODOENSE.

    É UM GOVERNO SUSTENTADO COM OS RECURSOS
    PÚBLICOS, COMPOSTO DE PESSOAS ………….. NOS SEUS INTERESSES, DEIXANDO
    A SAÚDE, A EDUCAÇÃO E O BEM ESTAR SOCIAL À DERIVA.

  9. É triste! Reclamar sem razão… Estudar não é bom, mas é necessário. O povo que sabe, que conhece não é iludido com migalhas (de contrato, cargo comissionado, que são tão instáveis), um povo que sabe reclama, cobra e os governantes, que só são nossos servidores, estão a serviço do POVO tem mais é que trabalhar para o POVO. e não ser bajulados. Mas em Codó, não se quer estudar o(PROJOVEM) não preencheu o número de vagas ofertadas. (jovens de 18 a 29 anos que não têm Ensino Fundamental), os cursos da PLATAFORMA FFREIRE (por meio de UFMA)também nunca forma turma. Essas pessoas despreparadas aceitam contratos (Professores)e trabalham em áreas que nem sabem (como em inglês, matemática)porque não estudam, falta de oportunidade??? Há controvérsia. Concordo na equiparação salarial entre professores (a diferença poderia ser somente na estabilidade), mas também temos que refletir na nossa postura, inclusive participando dos movimentos e depois cobrar.

  10. sr. antonio. em primeiro lugar vc é um desinformado. quando me referi a funcionário que ha mais de 15 anos sem férias, não me referí a funcionários de prefeitura… quanto a emprego de prefeitura, isso jamais me interessou… e um dos principais motivos, é que não tenho sequer um membro da família que seja político. Graças a Deus. Pois vergonha não se compra em farmácia. (vergonha)é a única coisa que tanto os políticos quanto aos que vivem dela, não tem e jamais terá…fique na sua, até por que os asuntos que existem aqui,é de interesse dos codoenses.

Deixe um comentário