Delegacia de Codó volta a ficar superlotada e risco de fuga em massa aumenta

Presos de Codó

A delegacia de Codó voltou a ter problemas de superlotação. De acordo com informações colhidas junto ao juiz da 2ª Vara, Dr. Cândido Martins de Oliveira, quando do evento em que reuniu 28 presos e suas famílias para informá-los de suas situações processuais, naquela data já seriam 92 presos recolhidos na carceragem local.

As quatro celas da delegacia não foram feitas pra presos de Justiça, mas alguns cumprem até pena aqui mesmo por falta de vaga nos presídios (Pedreiras e Pedrinhas).

Cada uma deveria abrigar no máximo 4 pessoas, algumas estão com mais de 20 homens que precisam fazer revezamento na hora de dormir.

Do final de maio até agora, já foram duas fugas. Seis detentos escaparam e a situação tende a se agravar. O delegado regional, RÔmulo Vasconcelos, aguarda ajuda da Secretaria de Segurança Pública.

Deixe um comentário