DESCASO – Cirurgias do HGM estão suspensas porque esterilizador está quebrado há vários dias

Uma informação chocou-me mais uma vez no início da noite de ontem (5) em relação ao nosso Hospital Geral Municipal. Vou contar a história e evitar os nomes atendendo à pedidos da minha fonte, mas ao longo do texto e da riqueza dos detalhes você perceberá que não há como duvidar dos fatos aqui narrados.

Estava programado para a tarde do dia 5 de novembro a internação de um lavrador que seria submetido à cirurgia nesta quarta-feira (6). Internar-se um dia antes é procedimento normal já que o paciente precisa atender a certos requisitos como o da alimentação, por exemplo.

Ao apresentar-se no Hospital, o lavrador recebeu a informação  de que ‘há mais de um mês o HGM não estava internando mais ninguém para cirurgias”. Quis saber o quase paciente que iria operar-se de vesícula o motivo.

AUTOCLAVE DESMANTELADO

À ele e ao seu acompanhante foi dada a seguinte justificativa – não está havendo cirurgias porque há vários dias um aparelho chamado de AUTOCLAVE, usado para esterilizar os instrumentos cirúrgicos por meio do calor úmido sob pressão,  está quebrado e nunca foi consertado ou substituído.

No exato momento, o acompanhante do lavrador, preocupado, viu passar pelo local (corredor) o diretor, Raimundo Lisboa, e o indagou sobre o problema.

Em resposta rápida e sem parar para dar-lhe a atenção necessária, o homem teria ouvido do gestor hospitalar que o tal esterilizador ‘está quebrado e no dia seguinte também quebrou o de Coroatá”, nada mais foi dito e a imagem seguinte vista pelo acompanhante do lavrador foi as costas do diretor.

Não há previsão de conserto do autoclave, o que significa dizer que os codoenses não têm previsão de quando voltarão a ter cirurgias no único hospital da cidade. No caso do lavrador em questão, prometeram tentar conseguir a cirurgia de vesícula dele em Timbiras, na próxima semana.

Vale ressaltar que o autoclave que está causando tanto transtorno e sofrimento para quem está na fila de espera por uma cirurgia em nosso município pode ser comprado até por R$ 1.330,20 sem muito esforço pela internet, se preferir a administração (o que não é possível, claro, dado a burocratização do serviço público para compras).

Mas, convenhamos, pouco mais de mil reais significam Um centavo de real diante do milionário montante que nossa super saúde municipal recebe mensalmente ou  já recebeu até agora.

4 comentários sobre “DESCASO – Cirurgias do HGM estão suspensas porque esterilizador está quebrado há vários dias”

  1. Esse descaso só acontece porque quem administra os serviços públicos não os usa. Se o Secretário de Saúde e o Prefeito – bem como seus respectivos familiares – ficassem em fila de hospital tal qual o povo, teríamos menos propaganda e mais ação.

  2. HGM, HOSPITAL GERAL DO MUNICÍPIO DE CODÓ. PREFEITO, JOSÉ ROLIM FILHO. SECRETÁRIO DE SAÚDE, MÉDICO CLÁUDIO PAZ. DIRETOR DO HGM, SENHOR LISBOA. ELES SÃO OS “”TRÊS MOSQUITEIROS EM PROL DA SAÚDE DO PRIMEIRO MUNDO. ELES NÃO USAM ESPADAS, SOMENTE A LÍNGUA E COM ELA DESTROEM AS VERDADES E CONSEGUEM IMPOR AS ………..””. O QUE PODEREMOS FAZER?? NADA, NADINHA MESMO. VAMOS ESPERAR PELA JUSTIÇA, ELA ESTÁ DORMINDO, DEPENDE DE FAZERMOS O MAIOR BARULHO E ASSIM PODEREMOS OBTER RESPOSTAS. TEMOS O EXEMPLO DA ESTRADA DO IFMA, BASTARAM MANIFESTAÇÕES E, TALVEZ, O ASFALTO CHEGUE.

  3. OUTRA DO DIRETOR,A Dra, CUBANA,PERGUNTE EM INGLISH,IT’S AN UMBRELLA,E LOGO LOGO,O NOSSO DIRETOR DO H ,RESPONDE,OLHA ACHO QUE SÓ NA SHALON,AGENTE PODE IR POR LAR MAS TARDE,A CUBANA PERGUNTA,DENOVO…ARE YOU FROM CUBA,E …. RESPONDE,QUEM ME COLOCOU AQUI FOI MEU AMIGO,QUE VAI SER DEP,ESTADUAL,CLAUDIO PAZ,

Deixe uma resposta