Diretor da UPA Codó faz comentário esclarecedor sobre seleção, inauguração e curso

O comentário foi feito na matéria do Coren. Considerando sua relevância o blogdoacelio decidiu postá-lo na página principal, como abaixo segue na íntegra:

Caro Acélio,

A inauguração da UPA CODÓ, está dependendo exclusivamente da solução do grande problema que aflinge a maioria da população maranhense, assim, como a população de todos os estados do Brasil, a falta de leitos disponíveis nos hospitais públicos.

Como a referência da UPA CODÓ, seria para o Hospital de Presidente Dutra, a Central de Regulação de Leitos, constatou que não haveria mais possibilidade de fazermos a referência para este hospital, devido a falta de leitos disponíveis, ocasionado pela grande demanda de pacientes vindo de todas as regiões do estado. Para que a UPA CODÓ seja inaugurada é preciso que haja esta referência.

CURSO
Sobre o curso do Hospital do Coração-HCOR de São Paulo, todas as unidades que compõem a rede estadual de urgência e emergência, instaladas em São Luís e interior do Maranhão receberão uma capacitação inédita, promovida pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) em parceria com o Hospital do Coração (HCOR), de São Paulo. A meta é capacitar 1.746 profissionais, de nível médio e superior, em três etapas do curso, cujo início está previsto para o dia 2 de fevereiro, no Hotel Praia Mar, em São Luís.

1ª ETAPA

A primeira etapa do curso acontecerá de 2 a 12 de fevereiro, com carga horária diferenciada, conforme as especificações do treinamento. Para as cinco turmas de 28 médicos e enfermeiros que participarão do ACLS – sigla em inglês que significa Suporte Avançado de Vida em Cardiologia -, serão ministradas 16 horas de aula.

Durante outras 16 horas, 29 pediatras estarão reunidos em duas turmas do PALS – sigla em inglês que significa Suporte Avançado de Vida em Pediatria. O outro treinamento, voltado para 356 técnicos de enfermagem, chamado de BLS – sigla em inglês que significa Suporte Básico de Vida para profissionais de saúde -, será ministrado em seis horas. Para esta etapa, foram montadas 12 turmas.

O custo desses cursos por pessoa varia de R$ 510,00 a R$ 1.800,00, e será totalmente bancado pela Secretaria de Estado da Saúde.

Conforme o planejamento feito pela SES, inicialmente serão beneficiadas as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Coroatá, Codó (25 técnicos de Enfermagem + 3 Pediatras), Timon e Imperatriz, além dos hospitais de urgência e emergência de Grajaú, Morros, Paulino Neves, Lago dos Rodrigues e de Presidente Dutra. Também farão parte da capacitação, nesta primeira etapa, os profissionais do Hospital Materno-Infantil de Imperatriz. As demais etapas do curso acontecerão nos meses de abril e junho deste ano.

SELETIVO

Sobre o processo seletivo para compor o quadro de funcionários da UPA CODÓ, realizado por funcionários da SES, em novembro de 2011, dos 210 candidatos que compareceram, foram selecionados 146 profisionais, para ocupar cargos de enfermeiros, assistentes sociais, técnicos de enfermagem, fisioterapeuta, farmacêuticos, técnicos de radiologia, recepcionistas, plantonistas administrativos, auxiliares de escritório, maqueiros, técnicos de gesso, motoristas, vigilantes e higiene e limpeza.

Ricardo Araujo Lima
Diretor Administrativo da UPA CODÓ

Deixe um comentário