Educadores de Codó participarão de greve nacional este mês

IMG-20160310-WA0005Trabalhadores da Educação Pública em todo o país participarão durante os dias 15, 16 e 17 de março da Greve Nacional da Educação, convocada pela Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação – CNTE e sindicatos estaduais e municipais.
O objetivo da paralisação é pressionar o governo federal a garantir os investimentos na educação pública ao invés de cortá-los, como tem feito, para tapar o rombo nos cofres públicos fruto da corrupção generalizada e na Petrobrás. No âmbito municipal, os trabalhadores da rede pública de Codó irão paralisar para reivindicar os seguintes itens:

1. Plano de Carreira para os Funcionários da Educação;
2. Concessão das progressões aos profissionais do magistério;
3.Implementação do Plano Municipal de Educação;
4. Contra a falta de professores! Nomeação imediata dos excedentes!
5. Melhoria da infraestrutura, alimentação e transporte escolar;
6. Conclusão e funcionamento das creches Pró-Infância;
7. Revisão do Edital de eleição para gestor escolar.

O SINDSSERM convoca todos os trabalhadores da educação e a comunidade escolar para participarem da Greve Nacional, pois entende que sem pressão e mobilização social os governos continuarão a retirar direitos sociais para sanar a crise econômica oriunda da corrupção desenfreada. Não podemos pagar uma crise que não é nossa!
PROGRAMAÇÃO
 
Dia 15/03 (07:30h) – Ato Público na Praça da Bandeira
Dia 16/03 (15:00h) – Assembleia na sede do SINDSSERM
Dia 17/03 (15:00h) – Homenagem às mulheres sócias do SINDSSERM, na sede do sindicato.

Deixe uma resposta