Empresário que denunciou escândalo dos caixões continua hospitalizado em estado grave

Kemuel Alves

O empresário Kemuel Alves passou a noite na sala vermelha da UPA após dar entrada, por volta das 19h, de sábado, com quadro grave provocado por ingestão de uma substância que, pelos primeiros relatos médicos, pode ser formol.

Informações preliminares dão conta de que ele mesmo teria feito a ingestão da substância, usada na conservação de corpos sem vida, após uma discussão familiar.

Seu quadro ficou de tal modo que os médicos chegaram a cogitar sua transferência para um centro médico de maior resolutividade (Teresina ou Presidente Dutra) na noite de ontem (26), o que ainda pode ocorrer hoje caso haja necessidade.

Kemuel é o personagem principal das denúncias contra um contrato de R$ 580.000 entre a Prefeitura de Codó e a Funerária Econômica.

O caso das urnas funerárias está sendo investigado pelo Ministério Público e também já chegou à Câmara que aguarda documentos prometidos pelo empresário para analisar se abre ou não uma CPI, batizada pela imprensa de CPI dos Caixões.

Deixe uma resposta