“Eu acho que tá, praticamente, esquecida a zona rural”, diz lavrador que veio à cidade em busca de vacina covid-19 para idoso de 102 anos de idade

As filas estão cada vez mais cheias de quem viajou  vários quilômetros da zona rural pra cidade em busca de vacina contra o Coronavírus.

Seu Antonio Mendes Lima, de 75 anos,  veio de Boa Esperança, região da grande Trizidela,  saindo por volta das 4h da madrugada. Às 10h30min,  de ontem, segunda, quando o entrevistamos,  ainda estava esperando.

 “e é R$ 20 pra vir, R$ 20 pra voltar (…)POR QUE O SENHOR RESOLVEU NÃO ESPERAR LÁ NO POVOADO? Todo dia fala, todo dia fala, vamos logo lá, viemos…SE ESPERAR NÃO VAI? Vai não”, respondeu firme

Até este momento a vacinação só foi a 3 povoados – São Benedito dos Colocados, Santo Antonio dos Pretos e  Cajazeiras, ocorre que toda área territorial tem mais de 530 povoados e vendo a vacina avançar aqui na área urbana muitos lavradores começam a se preocupar.

Foi por esta razão que seu Benedito Barbosa, de 83 anos, pagou R$ 50 para o dono de uma moto lá da região do povoado Rumo  para vir enfrentar a fila na cidade. Ele acredita que pra zona rural a vacina não irá.

 “Vai não, é mais difícil ir…POR QUE O SENHOR ACHA DIFÍCIL? Porque eu não sei, só promessa mas não vai”, frisou

O líder comunitário de Corujão, Manoel Francisco Alves,  esteve na manhã de ontem, segunda-feira, 5,  no local de vacinação para saber quando dois idosos já acamados, um deles com 102 anos de idade, poderão ser vacinados. A resposta não o agradou.

“Falei com o coordenador aqui ele me deu quase nada de explicação (…) “Eu acho  que tá, praticamente, esquecida a zona rural onde tá a maioria dos velhos dos trabalhadores que vivem cansados de trabalhar, a idade avançada, onde necessita de um olhar mais preocupante das autoridades onde eles estão esquecendo, inclusive na minha comunidade tem estes dois velhos que tão precisando demais, um de 102 anos e um de 84 anos, não pode vir, tá precisando”

Enquanto isso, tem  carro como Sebastião Abreu, já transformou a situação dos idosos rurais em fonte de renda. Ele agora passa a semana trazendo pessoa para a vacinação na cidade.

 “Passa pelo Riacho Seco, pelo 17, de lá pra cá, até chega Codó…QUANTO CUSTA PRA CADA PESSOA? R$ 20…VIROU FONTE DE RENDA? Com certeza, com certeza to trazendo o pessoal”, respondeu

Deixe uma resposta