Família e amigos de Mauro planejam caminhada por Justiça

Mauro ao lado da mãe - D. Floriza

A família e amigos do carroceiro, Mauro Mariano Santana, de 28 anos, morto pela PM dia 26 de abril, por volta da 3h30min, no bairro São Sebastião, pretendem fazer um manifesto público pedindo Justiça.

Tudo indica que a caminhada, que deve passar pelo Fórum da Justiça, Ministério Púlbico e 4ª Delegacia Regional de Codó deve ser realizada na próxima quinta-feira, quando deve ocorrer a oitiva de testemunhas e policiais envolvidos no caso, no inquérito da Polícia Ciivl presidido pela delegada Maria tecla Cunha.

Estão sendo confecionadas cerca de 150 camisas com a foto de Mauro, possivelmente, para que os manifestantes saiam vestidos em caminhada pelas ruas da cidade.

Nenhum dos policiais envolvidos foi afastado do serviço até agora, por entendimento do próprio comandante Xavier, que explicou à imprensa o motivo.

“Não, não, de maneira nenhuma eles estarão em serviço, só após a apuração dos fatos e que se a Justiça observar se houve dolo ou não é que após o resultado e a decisão da Justiça é que haverá prisão, de momento não, o fato está sendo apurado”, argumento

Deixe uma resposta