FECHANDO AS PORTAS: Promotores de festas buscam ajuda da Câmara contra cobrança dos bombeiros

Vários promotores de festas estiveram ontem, 12, na Câmara Municipal buscando a ajuda dos vereadores contra cobranças de taxas que afirmam estarem sendo feitas por bombeiros.

Eles denunciaram à imprensa e aos parlamentares que pagam uma licença de R$ 118,00 para fazer a festa quando o Corpo de Bombeiros Militar emite um boleto e o pagamento é feito em casas lotéricas. Até aí tudo bem.

O problema é que além desta taxa o Corpo de Bombeiros Militar passou a apoiar a presença dos bombeiros civis dentro das festas e cada bombeiro civil quer receber R$ 100,00 por evento. Antes iam apenas dois, depois aumentaram a cota mínima para 3 por festa o que tornou os custos totalmente inviáveis.

APOIO DE RôMULO

Nós ouvimos o vereador delegado Rômulo Vasconcelos que se manifestou contra a atitude. Ao blogdoacelio disse que na lei municipal usada como base para a presença dos bombeiros em festas há uma discricionariedade por parte do dono da festa em contratar tal serviço, ou seja, contrata se quiser.

Além disso o vereador delegado também afirmou que a lei municipal não fala em valores, como o de R$ 100 reais por bombeiro presente.

Nesta quarta-feira, 13, disse que vai se reunir às 9h como o comandante do Corpo de Bombeiros, Major Jorgeilson Frazão, e com o tenente-coronel Jurandir de Sousa Braga, no quartel do 17º BPM, para achar uma solução para o problema que está acabando com as festas da cidade.

O Salão São Raimundo, por exemplo, com 37 anos de existência bateu as portas por causa destas cobranças.

8 comentários sobre “FECHANDO AS PORTAS: Promotores de festas buscam ajuda da Câmara contra cobrança dos bombeiros”

  1. Realmente é um absurdo o que estão fazendo. Antes o dono de festa tirava uma licença na polícia civil e realizava sua festa tranquilo, agora os “tais” bombeiros civis exigem que seja pago pra eles essa quantia quer tenha lucro ou não a festa. Só em Codó mesmo.

  2. Tem que ter bombeiro, para prestar os primeiros socorros caso alguém precise, ou agir num curto circuito ou princípio de incêndio, acho que a quantidade de bombeiros por evento pode ser revista, acho que o valor de 80,00 seria justo para a região, aqui em São Paulo o valor varia de 90,00 a 130,00 cobrado por bombeiro civil, por festa.

  3. Até parece matéria de iniciante.

    Vamos aso pontos;

    1° a lei é federal 11.901 de 12.1.2009 (A lei está pra ser cumprida)
    2° o número de bombeiros contratados se dá de acordo com a estimativa de pessoas na festa.
    3° a contratação não é de caráter opcional mas sim obrigatório (trata-se da segurança das pessoas que frequentam o local)
    4° O valor cobrado é um valor base (as outras cidades adotam o mesmo valor é em algumas é até superior )
    5° procure se informar melhor… o salão são Raimundo vem se arrastando a muito tempo, um lugar sem a mínima condição de receber pessoas, sem segurança, sem iluminação, acredite, a falta dos bombeiros civis é o menos dos problemas a ser sanada naquele lugar…

  4. Mais onde foi que arrumaram esses bombeiros civis?. Não existe bombeiro civil em Codó. Tem que estudar e passar num concurso público, não é só vestir uma blusa vermelha e dizer que é bombeiro.

  5. esse bombeiros civis que usam a farda toda vermelha só vivem no celular e não tem um equipamento e muitos menos postura, tem uma lá que se acha não conseguei se quer com uma vítima.

  6. Mais tem os bombeiros civis que usam uma farda toda vermelha. estão falando em fechar festa.. isso não pode eles não tem poder para isso.. eles tão fazendo isso porque tem o aval dos bombeiros militar…e em uma entrevista o major Frazão falou que o bombeiro civil.. não tinha vínculo nenhum com o corpo de bombeiros militar.. mais tá ocorrendo favorecimento porque a funcionária da 15 companhia que trabalha lá chamou uns bombeiros civis para trabalhar com ela nos eventos..e ainda ficam tirando plantões sem ganhar nada….

  7. Ao meu ver esse bombeiro da sendo usado para vínculos políticos, a entidade para fazer CAMPANHA PARA MARCOS CALDAS.

    o poder publico e municipal devem intervir nesse caso, ja que esta havendo exploração dos bombeiros…

Deixe uma resposta