Feira de inovação tecnológica mostra resultados positivos da parceria entre o IFMA e comunidades

Derivados da Junça - chocolate, farinha, leite, doces

A V Mostra de Iniciação Científica do Instituto Federal do Maranhão – Campus Codó acontece até hoje, 22, sexta-feira. O evento reúne os resultados das pesquisas desenvolvidas no campus, além de promover o intercâmbio com estudiosos de outras instituições. Durante a mostra estão acontecendo oficinas, cursos, palestras e mesas redondas.

Um dos destaques da programação é a “I Feira de Inovação Tecnológica”, que aconteceu ontem, 21. Trata-se da exposição de produtos que foram desenvolvidos nas pesquisas realizadas pelos professores e alunos do IFMA.

Um desses produtos é a linha de alimentos originadas da junça (Cyperus esculentus). Planta encontrada na América, África e Europa, ela possui diversas propriedades nutritivas. Em razão da vitamina E, a junça tem efeito antioxidante (ameniza o envelhecimento). Ela também pode ser utilizada na prevenção do beribéri e contribui com a redução do nível de colesterol e dos triglicerídeos.

A pesquisa surgiu de uma parceria entre o IFMA e o grupo de pesquisa coordenado pelo professor Victor Mouchereck, da Universidade Federal do Maranhão (UFMA). No Campus Codó a pesquisa é coordenada pelo professor Mariano Ibañez e tem a participação de alunos e de comunidades rurais do município como a do Saco, Livramento e Barro Vermelho.

Agricultores dessas comunidades estão aprendendo a cultivar a junca. “Nós estamos muito felizes em realizar esse projeto com a participação das comunidades codoenses. Essa experiência demonstra que é possível levar a ciência para além das universidades”, emocionou-se o professor Mariano.

Por Mariela Carvalho/jornalista do IFMA

Deixe uma resposta