Festas juninas aquecem economia de Codó

Para alguns lojistas, junho está entre os três meses de maior movimentação do ano. Quando o orçamento melhora e a comissão dos vendedores também.

AQUECIDOS

As partes do comércio que mais são aquecidas este mês são as de roupas e calçados . As pessoas precisam brincar nas quadrilhas juninas devidamente paramentadas e mesmo aquelas que não dançam gostam de aparecer nos arraiais com uma vestimenta característica.

Os calçados preferidos são os de couro, ao bom estilo nordestino. É quando as alpercatas ganham visibilidade. Mas os homens também têm suas preferências e o interesse de todos impulsiona a venda. “Ajuda mais, ajuda no movimento da dança” , disse o estudante Rodrigo Silva, ao blog do Acélio, escolhendo na loja.

CAIPIRA QUE VENDE

O jeito caipira que chama a atenção nas lojas tem todo um sentido. A vendedora, Dalila Sousa da Silva, explicou que ele combina com o estilo de roupa mais procurado do momento.

“As pessoas procuram mais é roupa quadriculada de manga longa, vestidos xadrez, são estes modelos que as pessoas procuram mais”, disse

Algo interessante para os lojistas é que o período incentiva consumidores de todas as idades. A aposentada Maria Silva Muniz, apareceu no centro para procurar algo só para não ficar fora da moda.

“quadriculado, isso que ta na moda né. Já toda velha mas tem que entrar no ritmo né… aí eu vou pra Ilha, aí dá tudo certo né “, brincou a aposentada

LUCRO

No embalo do São João codoense as lojas vão acumulando seus lucros dentro de um mês que acaba mesmo, até para o comércio sendo só festa.

“Por sinal nós achamos que é o segundo mês mais movimentado do ano por causa das festas juninas, muito importante , principalmente agora que está sendo valorizado o bumba-meu-boi isso vai só somar mais ainda para o comércio de Codó”, concluiu Joaquim Chaves, lojista popularmente conhecido como Seu Jota.

Deixe um comentário