FUTEBOL DA TACA – atletas armados de revólveres põem em risco vida de juízes em Codó

O alerta veio do presidente da Associação de Árbitros de Futebol de Codó, José Carlos. No programa Comando Esportivo (TV Codó) ele voltou a fazer a denúncia de que atletas estão indo armados, bêbados e drogados para participarem até mesmo de competições oficiais do município, como acontece na insegura segunda divisão.

NA BALA

Segundo o presidente, até revólveres são levados para os campos e a principal, possível, vítima é o árbitro de cada partida.

“Aquela questão que eu denunciei que eu denunciei de atletas que vão embriagados pra campo, que vão armados de faca, que vão com revólveres, atletas que estão usando de outros artifícios para se drogarem e aí acabarem com o espetáculo. Eu não tiro uma palavra da minha colocação e se for o caso eu provo o que estou dizendo. As agressões à arbitro vão continuar”, afirmou Zé Carlos ao repórter Paulo Silva

JUIZ NA PORRADA

Por muito pouco ainda não aconteceu tragédia maior, mas o número de juízes agredidos e humilhados em campo por erros que todos podem cometer nem se conta mais em Codó na opinião do presidente.

Não há segurança policial, por isso ele é da opinião de que os juízes de futebol vão continuar apanhando. Uma das consequências disto é o número cada vez menor de pessoas que se interessam por esta função dentro das quatro linhas no município

“Aqui no Tiro de Guerra em frente à uma entidade federal de segurança Pública vários árbitros já foram agredidos e eu não sei até quando isso vai acontecer e isso inibe as pessoas que querem participar do quadro de árbitros”, reclamou

3 comentários sobre “FUTEBOL DA TACA – atletas armados de revólveres põem em risco vida de juízes em Codó”

  1. José Carlos isso é facil de resolver, é só não mandar os árbitros para as partidas casa a organização não coloque segurança para os árbitros, agora isso é uma tristeza o esporte é para tirar pessoas do mundo das drogas e a maldita ta indo atras dos atletas, a onde vamos parar?

Deixe um comentário