Governo explica falta de professores nas escolas de Codó

Pres. Lula

O blog do Acélio foi às escolas de onde estão saindo o maior número de reclamação de pais e alunos. Na presidente Lula, rua do Puraquê, inaugurada recentemente, a diretora não quis nos receber. Do outro lado do portão, que permaneceu no cadeado, acabou revelando que a falta de professores ainda existe deixando, sem aula, estudantes de duas disciplinas.

Segundo a diretora são ausências do vespertino que seriam sanadas nesta segunda-feira, mesmo.

PALAVRA DO GOVERNO

O governo informou que o problema vinha ocorrendo desde o início do ano letivo porque os professores que passaram no último seletivo, 210 no total, não haviam sido convocados. Agora eles foram chamados e ainda assim encontramos escolas enfrentando a mesma dificuldade.

Onde o professor Milton Pereira Soares Junior é diretor (gov. Archer, Trizidela) – ecnontramos a explicação que fora confirmada posteriormente na secretaria de educação.

A falta ainda existe porque muitos professores que passaram no seletivo são de outras cidades como Caxias, São Luís e Teresina. Receberam suas portarias, apresentaram-se, mas não assumiram a sala de aula alegando não terem disponibilidade para trabalhar em tempo integral.

Quando se apresentam eles dizem que não podem ficar a semana toda, então eles querem que a direção da escola e a secretaria ajudem de uma forma que eles fiquem dois ou três dias para retornarem à cidade deles e isso gera um problema porque as vezes a gente tem que devolver esse professor e daqui que outro seja nomeado, tem um espaço aí e o aluno é prejudicado em face disso”, disse Milton ao blog

DE MÃOS ATADAS

Complicando ainda mais a situação, o departamento de Recursos Humanos da Secretaria de Educação nada pode fazer para solucionar o problema.

Prof. Raimundinha

A pedagoga responsável, Raimunda Oliveira da Silva (a professora Raimundinha), informou que só depois de 30 dias, comprovando-se a não efetivação dos trabalhos, o professor em falta poderá ser substituído. O governo está aguardando este prazo.

Se ainda tivermos gente na lista de excedentes a gente convoca o próximo excedente, se não, como agora chamamos a maioria das disciplinas, nós já estamos suprindo essa necessidade e fazendo uma contratação provisória formando um outro quadro de professor. Não tendo excedentes nós estamos suprindo a necessidade com professores que estão habilitados para a área específica”, disse

ZONA RURAL

O problema está atingindo também a zona rural de Codó. Neste caso, os professores que fizeram o seletivo estão achando o povoado distante demais da sede e não querem dormir na localidade onde darão aula. Por conta disso, há povoados onde vários alunos nunca tiveram aulas de algumas disciplinas importantes como português e matemática.

8 comentários sobre “Governo explica falta de professores nas escolas de Codó”

  1. Essa secretaria de educação que é o grande problema.Lá só tem amadores que nunca dirigiram nem escola.Quer dizer que os aprovados fazem da educação codoense o que bem entende?Qual foi a estratégia montada pela secretaria para sencibilizar os aprovados?

    O problema se chama Jacinto Junior ecompanhia.

  2. E assim caminha o governo da gente dele. Isso chama-se IMCOMPETENCIA, o zito não assumiu ontem não gente! Falta de planejamento, tambem o governo que tem na pasta o secretário de planejamento, que não tem conhecimento de do assunto, totalmente leigo. Falta o que chamamos dentro de uma instituição: PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO.

    Vejam o que o que a administração diz segundo Almeida (2001) desenvolvimento do processo de planejamento estratégico abrange quatro atividades: análise do aspecto interno, análise do ambiente, comparação da missão com o campo de atuação e o estabelecimento da estratégia vigente. Para nortear essas quatro atividades, é necessário que seja primeiramente discutido qual é a missão e/ou vocação da entidade. As quatro atividades poderão ser desenvolvidas em qualquer ordem e servirão para estabelecer a estratégia.

    O cara é simplesmente um vendedor de medicamentos, dirigiu o SAAE e deixou rombo, a mesma coisa que fez com o pai e o Sr. Reinaldo Zaidan, assmindo um posto de extrema importancia, me compre um bode!!!

  3. Se fosse eu o secretario, teria vergonha de colocar essa justificativa em qualquaer meio de comunicação, pois isso mostra pura imcompetencia e descaso com os alunos de codo, quer dizer alguns poucos vão estragar o futuro de muitos alunos. Essa desculpa e esfarrapada, pois acumulo de cargos e crime, ressalvas em lei, isto quer dizer que e mentira as desculpas colocadas acima, pois se possuem outros empregos incompativeis com o que vai assumir a lei não permite. Bando de incompetentes estão destruindo a educação de Codo. Chega de tanto descaso com os alunos.

  4. É isso mesmo,João,a secretaria deveria sensibilizar os aprovados.Também concordo com você sobre a fraca atuação do Jacinto Junior.Esse rapaz fez de tudo para ser secretário de educação,traiu Ronaldo Trindade e outros membros do sindicato.Agora ele não consegue dar conta de tamanha responsabilidade.

  5. Se o prefeito e o sec. de educação tivesse realmente preocupados com essa situação ja tinham resolvidos o caso.
    1º não se faz umseletivo no mes de março para as aulas darem inicio no mesmo mes,ja foi tudo tramado o resultado final do selitivo saiu dia 30 de março,como iriam se inicia as aulas?
    2º se o prefeito tivesse vontade politica pela educação teria feito esse seletivo ainda no ano de 2010 para dar tempo fazer um calendario escolar,ja sabendo das necessidades resolveriam tudo com mais clareza.
    FALTA DE VONTADE POLITICA DO PREFEITO QUE SE TITULA “PREFEITO DA EDUCAÇÃO”

  6. Essa é uma da justicativa que provam a incompetencia desse governo que ai esta:
    como que eu faço um concurso publico pra suprir tal necessidade e nao planejo as consequencias;
    como que eu faço um seletivo para tambem suprir tal necessidade e nao planejo as consequencias.

    NAVERDADE é falta de planejamento sim e competencia, a secretaria não saberia quantas escolas, salas de aulas e quadro de professores teriam o municipio de Codó.

    O que disse o vice-prefeito Zé Inacio: “assumiram sem nenhum plano de governo”

Deixe um comentário