GREVE expõe sobrecarga dos professores do IFMA Campus Codó

IFMA Codó

O blogdoacelio esteve no Instituto Federal do Maranhão conversando com os professores que formam o chamado Comando de Greve. A instituição está sem qualquer atividade desde a última sexta-feira, 19.

Alunos de cinco cursos superiores e de mais quatro de nível médio (técnicos) estão parados e já reclamando da situação. Ontem a tarde, 60 servidores decidiram manter a greve por tempo indeterminado.

Em entrevista, um dos cinco integrantes do comando de greve, professor Graciliano Paiva Oliveira, nos informou sobre a pauta nacional de reivindicação, composta de 12 itens, entre os quais um reajuste salarial de 14, 67%.

SOBRECARGA

Mas também falou das dificuldades do IFMA Codó. Uma delas diz respeito a sobrecarga enfrentada pelos educadores. Dois professores tiveram que se ausentar por causa de problemas na voz, de tanto esforço.

Comando de Greve IFMA Codó

“Tivemos caso de dois professores que tiveram que se ausentar de suas atividades, por conta de problemas com a fala. Pra você entender a sobrecarga que estes professores estão tendo”, disse

Existem aqueles que estão trabalhando em disciplinas com as quais pouco teem a ver.

‘Nós temos professores que estão dando aula de quatro ou cinco disciplinas que não são de sua área para poder suprir a necessidade da demanda’, afirmou

CURSO DEMAIS, PROFESSOR DE MENOS

Sobre por que o IFMA Codó enfrenta tal situação, Gracialiano explicou que houve um aumento da demanda de cursos, mas o Instituto não se preocupou em contratar mais professores.

‘Ampliamos nosso quadro de alunos e não tivemos esse acompanhamento na ampliação do quadro de professores, isso eu estou falando de nosso campus, mas os outros também estão em igual situação’, concluiu

21 comentários sobre “GREVE expõe sobrecarga dos professores do IFMA Campus Codó”

  1. Vale lembrar que os servidores do campus Codó apenas aderiram a um movimento de greve nacional que já existia. Hoje são mais de 200 unidades que estão paralizadas. Isso demonstra o que o problema nao se encontra apenas no Instituto no Maranhao. É uma situação a nivel Nacional.
    Aguardamos soluções breves.

  2. É frustante quando percebemos o verdadeiro descaso que é a Educação Brasileira,é maravilhoso quando vemos uma classe unida lutando pelos seus interesses,principalmente quando esse interesse reflete na sociedade como um todo.No entanto como fica a situação dos alunos,principalmente os do terceiro ano do Ensino Médio? Os que farão concurso para a área do curso e que não poderão trabalhar,poís não receberão o certificado no final do ano?Poís ao ser aprovado em um vestibular ou no enem, a instituição tem o dever de disponibilizar o certificado do Ensino Médio,mas e o do Técnico?Que para receber o aluno precisa assistir as aulas? E se o aluno estiver na universidade,como vai assistir essas aulas? Sem contar com as lacunas que serão deixadas.Se a situação da Educação está ruim,pra muitos agora vai ficar pior.Em minha opnião,os profissionais da Educação,alunos e a sociedade em geral deveriam ir pra frente do planalto fazer uma manifestação a nível nacional,isso sim é pressionar o governo…isso sim seria democracia em um país que muito a prega e pouco vive…

  3. É frustante quando percebemos o verdadeiro descaso que é a Educação Brasileira,é maravilhoso quando vemos uma classe unida lutando pelos seus interesses,principalmente quando esses interesses refletem na sociedade como um todo.No entanto como fica a situação dos alunos,principalmente os do terceiro ano do Ensino Médio? Os que farão concurso para a área do curso e que não poderão trabalhar,poís não receberão o certificado no final do ano?Poís ao ser aprovado em um vestibular ou no enem, a instituição tem o dever de disponibilizar o certificado do Ensino Médio,mas e o do Técnico?Que para receber o aluno precisa assistir as aulas? E se o aluno estiver na universidade,como vai assistir essas aulas? Sem contar com as lacunas que serão deixadas.Se a situação da Educação está ruim,pra muitos agora vai ficar pior.Em minha opnião,os profissionais da Educação,alunos e a sociedade em geral deveriam ir pra frente do planalto fazer uma manifestação a nível nacional,isso sim é pressionar o governo…isso sim seria democracia em um país que muito a prega e pouco vive…

  4. Quero saber ate quando a educaçao que é o fundamental será jogada pra escanteio?
    Deveriarmos priorizar os estudos póis ele é á base de tudo nessa vida.
    Vejo coisas que na mínha opinião não é mais importante do que os estudos sendo priorizadas. Ate quando sofreremos as consequencias por causa dessa politica brasileira?

  5. Estudei tanto pra passar no seletivo 2011 porque não quis ir pra escola estadual por causa da greve que todo ano tem e agora estamos de greve, é brincadeira!!!!!

  6. Essa greve institucional é um verdadeiro desastre já acontecido nos ultimos 10 anos, mais esse impacto nós alunados é que estamos sofrendo, mas a coisa mais interessante é que um médico quando quer um reajuste passa uma semana o reajuste é feito porque começam a morrer pessoas, um motorista passa quinze dias é chamado por falta de transporte, mais guando a greve termina eles não cumprem a carga horária pedida, e já os professores tem que fazer isso, mais as consequencias eu e todos os alunados de rede federal estamos sofredo…

  7. Respondendo ao Websom –> Em uma situação de greve caro Websom perde o professor, perde o aluno e perde toda sociedade, e o pior de tudo é que o governo não se preocupa com isso.
    As categorias profissionais não fazem greve por gostar, pois é um momento altamente desgastante, no entanto,é este o ultimo recurso que a classe trabalhadora tem para pressionar os patrões a atender ou ao menos considerar suas reivinicações.
    Veja bem, pois é importante a sociedade entender que culpa da greve não é dos trabalhadores e sim desse governo que aí estar… Que vive fazendo mídia utilizando o termo EDUCAÇÃO, sem levar em conta as necessidades dos alunos e dos profissionais da educação. Pois não se faz expanção da Educação Profissional sem alunos motivados, local de trabalho decente, com laboratórios equipados e com professores e tecnicos administrativos em número suficiente e bem pagos.

  8. Boa tarde a todos!
    Infelizmente ainda nao temos data prevista para o retorno das atividades.
    Constituimos um comando estadual de greve, com componentes de todos os campi em greve, em S. Luis, e toda semana temos assembléias a fim de se analizar os resultados do movimento grevista. Até o momento nao obtivemos nenhuma resposta do Ministério do Planejamento. O Ministério da Educação tem nos recebido e sinalizado com alguns avanços. No entanto, a maior parte das reivindicaçõs necessitam de respostas do Ministério do Planejamento. Nos preocupa muito toda essa demora para o retorno, mas é inadmissivel retornar na atual situação. Até o Ministério Público está cobrando que o Ministério do Planejamento nos apresente alguma proposta.
    Há reconhecimento por parte dos servidores de que os alunos são muito prejucidicados pela paralização. No entando, estes mesmos alunos já vem sendo prejudicados desde o momento que entraram numa instituição que parou de investir em infra-estrutura e em pessoal e continua num projeto de espanção de forma inconsequente. Torcemos por soluções breves.

  9. Concordo com todos os comentários acima citados, porém, vale ressaltar que os alunos não estão sendo prejudicados apenas neste momento, eles já vem sendo prejudicados ha tempos. Muitos professores adiando aulas, dando entradas em atestados os quais exerciam em outras instituições a mesma função, enfim, os professores efetivos deveriam dar mais valor à sua profissão para que assim pudessem realmente cobrarem de forma justa seus direitos.Quando as aulas eram ministradas por contratados “eram cumpridas” de forma significativa. Na realidade precisam-se tomarem decisões para que a Escola IFMA volte a ter aquele perfil de “Escola Modelo”, onde todos lutavam por uma vaga para seus filhos. Os prejudicados na realidade serão os alunos, pois encerrarão o segundo grau de forma negativa e desleal em termo de competir para concursos e vestibulares.

  10. greve e um direito de todos… concordo com o comentario dessa mae, sou pai de aluno e vejo meus filhos sendo prejudicados… O IFMA CODO NAO PODERIA TER ADERIDO A ESSA GREVE ….as greves deveriam se concentrar nos grandes centros onde o poder esta proximo… o que e mais serio e que a politica da presidenta dilma contra a greve e diferente do lula… nao paga os dias parados dos grevistas… e a dilma foi um revolucionaria nao se esquecam disso… O PAIS, A SOCIEDADE, OS PROFESSORES, OS ALUNOS….NOS PAIS , SOMOS TODOS PREJUDICADOS. ESPERO QUE NEGOCIEM E ENTREM EM ACORDO E ACABEM LOGO COM ISSO.

    1. seu fco.evaristo…
      Quem é tu pra dizer que Ifma nao poderia ter aderido a essa greve?se for tuq paga o salario dos funcionários tudo bem, mas nao é!
      Tu é babão da Dilma? Muito grevista foi aluno tambem, passou por greve e continua vivo, trabalhando e hj é professor ou qualquer trabalhador..para de ser egoísta , de olha pro seu umbigo e de seu filho, que deveria agora estar estudando enquanto nao fas po&&a nenhuma em casa…

Deixe um comentário