Grupo de Casais realiza pelo 16º ano entrega de brinquedos no HGM e no São Francisco

Chegada de Papai Noel ao bairro São Francisco

A frente da Igreja no final da Av. 1º de Maio, no São Francisco, bairro carente de Codó, ganhou ontem pela manhã, 22,  uma movimentação incomum quando comparada aos demais dias do ano, mas este não era um dia qualquer – era o dia da visita do Papai Noel.

E foi ele mesmo quem abriu o saco de presentes e começou a distribuição. Bruno Moreira, de 8 anos, ganhou dois brinquedos e  já saiu tocado por aquele espírito especial da partilha.

 “Ganhei uma flecha e um carro…O QUE VOCÊ PRETENDE FAZER? É, dá o carro pra meu irmão e ficar com a flecha(…) gostei, por causa que é muito bom brincar”, garantiu feliz

As famílias escolhidas estão entre as mais necessitadas, sem esta doação de brinquedos é certo que muitas crianças desta área da cidade jamais teriam algo novo para brincar.

 “Ajuda, porque a gente as vezes não tem condição de comprar e eles ganhando aí a  gente fica muito feliz”, disse a dona de casa Ediane dos Santos a nossa reportagem

Do bairro São Francisco para a ala infantil do Hospital Geral Municipal. Missão – trazer de volta a alegria à rostos castigados por tratamentos muitas vezes dolorosos. Para Tamires Brito (3 anos) e o pai dela Enoque dos Santos, esta alegria chegou nas mãos do mágico Bom Velhinho  em forma de boneca.

“Fiquei alegre”, disse a garota com um lindo sorriso no rosto

“A gente sentiu aquela emoção da felicidade, todo mundo de bem”, completou o pai

No leito de Gabriel, o carrinho mexeu até com a mãe dele a lavradora Maria do Nascimento Almeida.

 “Porque ele fica bem alegre, ele fica mais ativo na hora em que ele ganha uma coisa assim oh”

EMOÇÃO DE NOEL

Leomar Teixeira dos Santos, pelo segundo ano vestido de Papai Noel, se emocionou.

 “o Natal é muito importante porque representa o nascimento de Jesus Cristo e , com isso,  temos mais é que fazer a criança feliz, isso é muito importante”, disse

A entrega é feita por um grupo de casais da Igreja Católica, com a ajuda de parceiros, e é realizada desde 2002 todos os anos.

 “é o verdadeiro espírito de Jesus Cristo com o seu nascimento trazer pra todos os nossos corações, de partilha, de servir e ver o próximo feliz. Amar uns aos outros como ele mesmo nos amou como nós podemos amar a Nós mesmos”, disse Augusto Braga, o Gutim, idealizador junto com sua esposa professora Carlene deste trabalho social.

Deixe uma resposta