Lançada oficialmente campanha DIGA NÃO AO CRACK

Mesa formada

Por Raphael Fernandes/portalfc

A noite de 24 de janeiro de 2012 vai ficar na lembrança dos codoenses como um dos maiores acontecimentos pela vida e pela cidadania no município. O auditório da Associação Comercial do município de Codó ficou lotado para o lançamento oficial da campanha DIGA NÂO AO CRACK.

O empresário Francisco Nagib, percebendo a mobilização e preocupação do governo federal e estadual, decidiu chamar a responsabilidade para si e encampar a luta contra o crack no município de Codó. o vice presidente do Grupo FC Oliveira decidiu organizar uma grande campanha de informação e conscientização sobre o problema dessa droga através do Sistema FC Oliveira de Comunicação.

Na platéia, a juventude codoense compareceu de forma muito expressiva, assim como lideranças da sociedade civil Organizada. Membros do Conselho Tutelar, Polícias Civil e Militar, defensores públicos, professores e alunos de escolas da cidade, empresários, líderes religiosos, representantes de associações, representantes do poder legislativo e muitos pais e mães lotaram as dependências da Associação Comercial para saberem mais sobre os perigos do crack e assistir a vídeos publicitários e palestras a respeito do assunto.A abertura da campanha começou com a apresentação de uma pequena e bastante criativa peça teatral, que dramatizava as mazelas sofridas pelo vício do crack, como o sofrimento dos viciados e suas famílias e a frieza dos traficantes que ganham a vida com a morte da juventude.

Francisco Nagib

Em seu discurso de abertura o empresário e Diretor do Sistema FC Oliveira de Comunicação, Francisco Nagib, falou sobre os objetivos e ações da campanha DIGA NÂO AO CRACK.

“Nós estamos reunidos aqui para entrar numa luta juntos. É importante que fique claro que é uma batalha travada em três frentes: Informação e conscientização, que é de nossa responsabilidade e do sistema FC de Comunicação; prevenção e repreensão, de responsabilidade do aparelho do estado e seus órgãos, como as polícias civil e Militar; e o tratamento médico, psicológico e espiritual dos dependentes e dos familiares, que é de competência não só do estado, mas de todos nós”. Afirmou o empresário.

Francisco Nagib ainda convidou todas as entidades de Codó representadas no evento a se unirem a lutarem juntas para trazer ao município o (CAPS AD) Centro de Atendimento Psico- social Álcool de Drogas.

Vídeos publicitários foram mostrados e o material de apoio da campanha como panfletos e camisetas foram distribuídos. Dentre as autoridades que palestraram estavam os Defensores Públicos Elcio Barros e Suzana Castelo Branco, Delegado Regional, Dr. Rômulo Vasconcelos, Tenente Campos, representando a Policia Militar, Conceição Rodrigues, do Conselho Tutelar, o Padre José Pelegrine, vereador Pedro Belo e o empresário Francisco Carlos de Oliveira. Após o construtivo e esclarecedor ciclo de pequenas palestras, um cocktail foi oferecido aos convidados.

Deixe um comentário