Lei municipal dos mototaxistas prevê até multa para bêbado

Carlinhos Sales

O Sindicato dos Mototaxistas fez a sugestão do projeto e já colocou algumas determinações que seguem a lei federal da categoria :

· Que o profissional seja maior de 21 anos

· Tenha habilitação, categoria A

· Que use os equipamentos de segurança

· E que a motocicleta tenha placa vermelha

Entre as regras de cunho local estão algumas polêmicas. A que manda pintar a moto de amarelo, é uma das mais comentadas na cidade.

MULTA PARA BÊBADOS

No anteprojeto também estão normas sobre comportamento. O mototaxista não poderá conduzir passageiros com o mínimo sinal de ter consumido bebida alcóolica. Se isso ocorrer o Departamento Municipal de Trânsito poderá multa-lo em 10% do valor do salário mínimo, sem prejuízo das demais sanções previstas no Código de Trânsito

SÓ 840

Se aprovado, Codó só poderá ter 840 mototaxistas outra norma bastante discutida porque são quase 2 mil circulando hoje. Quem está em situação regular aprova o limite e muitos aprovam as determinações.

Para Venilson Rocha da Silva, tudo é apenas uma questão de adequação.

“Se você quer exercer a profissão deve se padronizar de acordo com o que a lei cobra”, disse

NA CÂMARA

A sugestão de projeto já foi entregue à Câmara Municipal. O vereadores informaram que poderão votá-la na próxima segunda-feira.

Antes, explicou o vice-presidente do Sindicato, Antonio Carlos Sales da Silva, os parlamentares farão emendas e o adequarão às normas da Casa para que seja levado ao plenário. Pretende-se incluir nesse processo a participação da categoria.

“Todos aderiram à causa disseram para contarmos com eles que iam rever a lei e após algumas modificações que iriam fazer e após esta modificação vão nos chamar para decidir, aí vão botar em votação”, disse Carlinhos

Deixe um comentário