Líder da oposição na Câmara quer nova visita ao HGM e aos postos “mas dessa vez sem avisar”

Rodrigo Figueiredo
Rodrigo Figueiredo

No pronunciamento do vereador Rodrigo Figueiredo (PDT), o parlamentar tratou das questões que envolvem o sistema de saúde pública de Codó. Inicialmente o vereador cobrou à retomada dos serviços nos dez postos de saúde que foram iniciadas as obras e os trabalhos estão paralisados há vários meses.

Rodrigo também lembrou que o secretário, Cláudio Paz já foi convocado para comparecer à Câmara para explicar os motivos pelos quais as obras não deram sequência depois do processo eleitoral do ano passado.

Rodrigo Figueiredo chamou atenção para outro problema ainda envolvendo a saúde. De acordo com o vereador, são muitas as reclamações acerca da decisão do governo de centralizar os medicamentos que são entregues gratuitamente à população. Atualmente, quem precisa receber remédios, se morar em regiões distantes, tem que percorrer uma longa distância até a secretaria de assistência social para ter acesso ao medicamento.

Para o vereador a medida da prefeitura é desumana e humilhante e tachou a administração de insensível. “O correto é distribuição desses medicamentos em todos os postos de saúde da zona urbana e zona rural do município de Codó. Isso é maltratar a população de Codó”.

“As pessoas que residem em áreas distantes tem que se deslocar até a secretaria de assistência social para que possa pegar medicamento. Muitas vezes pagando mototaxi, sem condição de pagar, muitas pessoas idosas. Então, fica aqui meu pedido ao excelentíssimo prefeito de Codó, José Rolim Filho, que urgentemente determine a distribuição desses medicamentos nos postos de saúde para facilitar a vida das pessoas que venham precisar desses medicamentos“, disse o vereador.

A exemplo do que já foi feito no início da Legislatura, com a visita ao HGM, agora, o vereador quer que todos vão aos postos de saúde verificar como estão funcionando e ouvir das pessoas que os atendimentos que estão sendo disponibilizados estão atendendo aos anseios de todos. Mas o edil pede que não haja aviso prévio das visitas para que não seja feita as famosas “maquiagens”.

“Eu quero solicitar também à Câmara Municipal que formemos uma Comissão para que possamos visitar os postos de saúde. Agora, com uma ressalva, que não sejam avisados como aconteceu no HGM, porque as reclamações são muitas e sei que são verdadeiras. Eu confio plenamente no povo de Codó. Foi avisado com 15 dias, com tempo para correção, para se maquiar com medida paliativa. Então, eu solicito se possível, antes do recesso que, pelo menos, se inicie com as visitas“, concluiu o vereador.

ASSCOM – Vereador Rodrigo Figueiredo

5 comentários sobre “Líder da oposição na Câmara quer nova visita ao HGM e aos postos “mas dessa vez sem avisar””

  1. Arrocha o nó meu vereador!!!!!!!! Bota essa cambada de suga suga para ferver os neurônios……….. Eles não tem compromisso nenhum com a população, só com o bolso!

  2. Vamos filmar e entregar ao Vereador Rodrigo Figueiredo. Uma sugestão ao
    Vereador, faça um requerimeto pedindo as notas fiscais das compras dos medicamentos. Vamos fundo.

Deixe um comentário