Luís Fernando assina ordem de serviço da maior obra rodoviária da região sul do Maranhão

Luís Fernando
Luís Fernando

O secretário Luis Fernando Silva cumpriu ontem um compromisso que assumiu no segundo semestre do ano passado e divulgado em primeira mão pela coluna: assinou, no fim da tarde, a Ordem de Serviço para a construção do Anel da Soja, a maior obra rodoviária do governo estadual na região sul.

O anel rodoviário será a principal via de escoamento da macrorregião produtora de soja e arroz, considerada uma das maiores fronteiras do agronegócio das regiões Nordeste e Norte do país, pois vai interligar polos produtores de grãos do estado: Balsas, Riachão, Tasso Fragoso, Alto Parnaíba e facilitará o sistema de transporte em toda a região Sul do Maranhão. Não é um projeto qualquer, porque só na primeira etapa, o investimento será de R$ 130.2 milhões. – Essa é a maior obra pública já realizada nesta região e a maior obra rodoviária do Maranhão.

Ao todo, serão R$ 451 km de estrada nova asfaltada, somando um investimento de R$ 595 milhões. Além disso, a obra engloba mais 233 Km de estradas recuperadas – declarou Luis Fernando Silva, que apresentou o mapa com todo o cronograma da obra aos balsenses. Com a Ordem de Serviço assinada ontem em Balsas, o Governo do Estado dá a largada na construção de um complexo viário que integrará definitivamente a região Sul e impulsionará o agronegócio, que depende da rodovia para o escoamento da produção.

Peso I

Para se ter uma ideia da importância do Anel da Soja, o ato em Balsas reuniu o secretário Luis Fernando Silva com a nata política e empresarial da região. Presentes os prefeitos Luiz Rocha Filho (Balsas), Sebastião Madeira (Imperatriz), Crisógono Vieira (Riachão), Eliomar Nogueira (Fortaleza dos Nogueira), Germano Coelho (Loreto), Elano Coelho (Nova Colinas), Ubiratan Jucá (Carolina) e Raimundo Santana (Sambaíba). Também produtores de soja e o presidente da Fundação e Apoio à Pesquisa no Corredor Norte de Exportação (Fapcen), José Antonio Borges.

Peso II

A classe política foi ao ato de Balsas representada pelos deputados estaduais André Fufuca, Stênio Resende e Edilázio Júnior. Presente também o ex-prefeito de Balsas, Chico Coelho, um dos entusiastas da obra. E o governo mandou também o secretário de Estado de Agricultura, Cláudio Azevedo, que participou de todas as fases de elaboração do projeto.

Dever de casa

O prefeito de Balsas, Luis Rocha Filho agradeceu a obra de maneira enfática. – Fico satisfeito em ver essa obra do Anel da Soja, em toda a sua plenitude, virar realidade – disse o prefeito, que é filho do ex-governador Luiz Rocha. E completou: “Nossa cidade acolhe sempre bem o representante do Governo do Estado. Na minha casa, aprendi que autoridade é pra ser respeitada, por isso estou aqui. Essa obra é grandiosa e esperada há bastante tempo”.

Bem além

O prefeito Sebastião Madeira (Imperatriz) declarou que a importância do Anel da Soja vai muito além das fronteiras da região Sul do Maranhão. Na avaliação dele, o complexo rodoviário a ser construído é importante para todo o Brasil. E destacou que ao iniciarem a obra, a governadora Roseana Sarney e o secretário Luis Fernando Silva estão prestando um serviço ao país.

Impacto

Na visita a Balsas, o prefeito Sebastião Madeira fez uma revelação. – Fiquei impactado com o desenvolvimento de Balsas. Pensei que só Imperatriz vivesse esse momento pujante, mas vejo que Balsas também – disse. E assinalou: “Acredito que poucas cidades tenham experimentado esse crescimento”.

FONTE: Coluna Estado Maior / Jornal O Estado do MA

3 comentários sobre “Luís Fernando assina ordem de serviço da maior obra rodoviária da região sul do Maranhão”

  1. opa vamos corrigir o erro !!!!

    Luís Fernando assina ordem de serviço da maior obra rodoviária da região sul do “Marahão” não seria Maranhão???

  2. Acélio, acho que essa obra é a chamada Obra eleitoreira senão vejamos: Por quê não realizou antes? Por quê somente agora, quando as eleições se aproximam ele resolver construir esse Anel da Soja?

    E tem mais uma coisa: Essa obra não vai ser concluída antes das eleições, e se ele não for eleito? Será que, caso o Dr. Flávio Dino seja eleito, ele fará a conclusão do dito Anel da Soja?

Deixe uma resposta