Morador mata jacaré na Lagoa da Trizidela e confirma denúncia da imprensa

Sebastião mostra Jacaré

Na semana passada, a equipe do programa televisivo Fala Codó atendeu a denúncia de moradores da Lagoa da Trizidela a respeito do descaso público com aquele local. Eles dizem que são obrigados a conviver com a insalubridade e os perigos oferecidos pela grande quantidade de animais silvestres que estão habitando a lagoa.

Na matéria feita pelo repórter, Francisco Oliveira, os moradores criticaram as autoridades e o estado de abandono em que se encontram. Muitos deles pretendem abandonar o local o mais rápido possível. As placas de vende-se colocadas nas casas não atraem compradores e a comunidade permanece sem uma resposta das autoridades competentes.

A reportagem mostrou que a lagoa vem servindo de depósito de lixo e também de criadouro para uma variedade de animais aquáticos, a maioria representa perigo para os moradores. Cobras, sapos e até jacarés são vistos com freqüência dentro da lagoa. Sebastião, morador local, já capturara um jacaré durante a realização da primeira matéria, mas não foi possível mostrar a fera, pois o animal conseguiu se desprender da armadilha.

Fotos:Veridiano Sousa

Mas na manhã do dia 5, segunda-feira, o dia foi do caçador: Sebastião finalmente fisgou como um peixe o tal jacaré que assombrava a Lagoa da Trizidela. Para a surpresa do morador, que se transformou numa espécie de Crocodilo Dundee codoense, o jacaré não estava só. No local onde foi fisgado, o réptil estava rodeado por sua numerosa família.

Mesmo se transformando em um belo prato, a presença de jacarés na Lagoa da Trizidela é um triste quadro que deve despertar a atenção e o bom senso das autoridades municipais. Existia um projeto de emenda parlamentar do ex-deputado federal, Antonio Joaquim, destinando mais de 2 milhões de reais para a revitalização da Lagoa, mas o dinheiro voltou porque a obra não foi executada.

A secretaria de infraestrutura diz que a Lagoa é um caso ambiental e que não será resolvido tão cedo. Mas a prefeitura elaborou um projeto de revitalização, o encaminhou para Brasília, e está aguardando aprovação federal. Enquanto isso, os moradores continuam com o medo e sem saber o que fazer. Um jacaré já foi para panela, mas outros permanecem na Lagoa da Trizidela. Os moradores ficam receosos de quando poderá chegar o dia da caça.

Por Raphael Fernandes

Fotos: Veridiano Sousa

Deixe um comentário