Movimento VEMPRARUACODÓ tem tudo que os políticos odeiam – estratégia, consciência política e inteligência

Na noite da última sexta-feira (28) troquei a ida ao Arraiá dos Advogados pela coletiva de imprensa com a coordenação do movimento VEMPRARUACODÓ.

Queria conhece-la (coordenação), saber  que tipo de gente teve a coragem de encabeçar um movimento tão importante quanto esse dentro de uma cidade historicamente desinteressada por movimentos sociais que nasçam, exclusivamente, do anseio popular.

Reunião no prédio da UFMA, na sexta-feira, 28
Reunião no prédio da UFMA, na sexta-feira, 28

O grupo que ali estava era composto pelos jovens:

  • Gleison Santana
  • Rafael Silva
  • Thalyta Maria
  • Paulo Maximiano
  • Bruna Santos
  • Jackeline França
  • Gerlane Nanncy
  • Gabriel Trinta
  • Antonio Carlos
  • Jardel Almeida
  • E Josenaldo Duarte

Não me arrependi. Fiz poucas perguntas e me interessei mais em ouvi-los – como se comunicam, como divergem ou  conciliam suas ideias e ideais.

Peguei a pauta e questionei coisas para ver se ela era ‘fria’, ou seja, se os reclames que nela constavam eram coisas das quais ninguém, entre eles, havia experimentado ou mesmo tido contato com alguém que as tivesse enfrentado. (mostraremos a pauta amanhã).

Para minha felicidade, os caras sacam do que estão pedindo e conhecem benefícios e problemas de cada reivindicação, o que é excelente para o movimento.

ELES SÃO INTELIGENTES

Meu temor era que estivesse ali uma galerinha que por gostar de facebook resolveu pegar carona na onda nacional, se reuniu e disse ‘vamos pra rua”. Graças à meu bom Jeová, decepcionei-me e sai da coletiva o decepcionado mais contente do mundo, motivo? Um só – os  jovens com quem conversei não são alienados.

Como todo ser humano com este grau de raciocínio não estão dispostos a curvarem-se diante dos políticos (que amam pessoas alienadas) e até sacam ‘pra caramba’ da real situação do nosso município.

Por exemplo, conseguem entender que a imprensa local é subordinada à interesses políticos e dela pouco proveito poderão tirar. Conseguem perceber-se enquanto grupo que poderá despertar a ira dos poderosos e as tentativas de união com aqueles cujos interesses se coadunam, conseguem, mesmo diante de tais adversidades, se revigorarem a cada frase mantendo o interesse maior – que é a defesa das reivindicações que atingem os três poderes (Executivo, Legislativo e Judiciário) nas suas três esferas (Municipal, Estadual e Federal).

Esses jovens me encantaram (há se tivéssemos ao menos 15 mil com essa atitude).

AMANHÃ TEM MOVIMENTO

Nesta postagem vou deixar apenas minhas primeiras impressões sobre a coordenação, amanhã, segunda-feira 1º de julho, falarei sobre o VEMPRARUACODÓ que fará nova manifestação concluindo-a na Câmara Municipal.

Aqui, só parabenizar a iniciativa, a inteligência que vi entre vocês e a única  força poderosa  que os políticos codoenses ( e de todo o Brasil) temem – a força do cidadão que se entende enquanto ser merecedor de direitos.

Ressalto a bem da oportunidade que o Político de Codó não teme à imprensa (é o mesmo que passar merda em cara de gato), nem teme a Justiça ( que tem brecha – ou rachaduras – na lei, que eles mesmos criam, pra tudo).

Político só teme a reação do eleitor ( e todos se cagam de medo de eleitor inteligente).

10 comentários sobre “Movimento VEMPRARUACODÓ tem tudo que os políticos odeiam – estratégia, consciência política e inteligência”

  1. muitas e muitas vezes os professores de Codó foram às ruas para pedir melhores condições de trabalho e eu NUNCA vi esses ai apoiando os professores em hora nenhuma, agora foi só paulistas e cariocas saírem às ruas e a mídia do eixo Rio-São Paulo divulgar de forma ampla, que os modinhas daqui aparecem querendo dar uma de revolucionários, e ainda me dizem que não são alienados, esses marionetes da mídia Paulista-carioca, nunca foram apoiar os pobres professores de Codó em suas manifestações

  2. Parabéns a turma que está tentando mudar a visão do nosso povo,que em sua maioria pela via direta ou indireta depende muito da prefeitura. Isso é muito importante. Vamos questionar os erros do judiciário em suas decisões e os abusos do judiciário. Vamos questionar o legislativo por não fiscalizar e calar-se em defesa cega não do executivo, mas do prefeito, o que é de desconfiar.

  3. Antônio José, concordo com você.
    Alguns membros do Judiciário se acham acima de tudo e de todos, e seus ERROS muitas vezes grosseiros, apontados pelos Tribunais, a imprensa não divulga e o povo não reclama.
    Em várias publicações os blogs de Codó divulgaram extratos de contratados com valores milionários, se algum membro do legislativo se manifestou por escrito ou pelo menos na Tribuna, por favor apontem quem foi.
    É inusitado que hoje temos um legislativo CALADO.

  4. Bom, só uma correção ai, o nome é Josivaldo Duarte e ñ Josenaldo como está escrito na matéria. E aproveitando o ensejo reforço mais uma vez o covite de participarem do movimento #VEMPRAUACODÓ para reivindicarmos mais melhorias por parte do poder público, temos q cobrar mesmo, venham e compareçam, a concentração será em frente a praça palmerio catanhede, antiga praça do viveiro, às 16h vamos lá minha gente dar um rumo novo pra nossa cidade.

  5. Toin Lima, nasci na Casa de Saúde Santa Rita, Tia Eva me alfabetizou, estudei no Convento, jogava bola no Campo dos Padeiros (atrás da Mirante também), frequentava o Cine São Luís, o COC, a União (Ulta-Som era massa), Guarapari, banhava no São José, comia cachorro-quente do seu Quixabeira, tomava sorvete de côco do Seu Olímpio, adorava a panelada do Mercado (depois das festas), tirava onda do saudoso Porca de Boné, da saudosa Piquí, pegava cajú no Fomento (seu Jacó ficava doido), pescava mandí no Itapecuru (pescava de garrafa), frequentava a Praça da Matriz aos domingos para paquerar as gatas, frequentava a Prainha pra pegar um sol, Festejo da Trizidela era comigo mesmo, volley na AABB e Guarapari era divertido (sem falar dos vesperais), empinava papagaio no Aeroporto…etc,etc…acho até que sou mais codoense que você, a diferença é que sou extremamente crítico em relação a esse POVINHO que abana o rabo para o poderoso de plantão, então é por isso que critico, pra ver se o POVINHO se esprita, se apuluma e se alui. Agora, se você é daqueles que abana o rabinho e vestiu a carapuça…

  6. Aos integrantes deste grupo força e podem iniciar a luta, que será certa a adesão, como incentivo nunca esqueçam que

    “Uma longa caminhada começa sempre pelo primeiro passo”(Lao-Tsé)

  7. Agora sim fiquei contente. Com um sorriso de um canto da boca para o outro.
    VALEU ACELIO. VOCÊ TA MERECENDO ELOGIOS POR APOIAR ESSA GALERINHA DA UFMA QUE ESTAO REIVINDICANDO OS DIREITOS DO POVO.

Deixe um comentário