“Não serei vice de ninguém, nem que venha pintado de ouro”, afirma Zé Francisco

O já declarado pré-candidato a prefeito de Codó, Zé Francisco (PT), fez contato com o blogdoacelio e falou sobre os boatos que seus adversários andam espalhando na cidade com o tema central “Zé Francisco é o melhor vice”, até Biné chegou a declarar isso ao blog na semana passada.

Irritado com as afirmações dos concorrentes, o médico tratou de rechaçar qualquer possibilidade disso vir a acontecer. E foi taxativo – não será vice de ninguém, nem mesmo se quem lhe vier oferecer tal proposta aparecer banhado em ouro.

Na opinião do petista, quem tem a pontuação que os adversários dizem que ele tem para ser vice, certamente, tem muito mais para ser o candidato cabeça de chapa.

“Eu não quero ser vice de ninguém, ninguém, ninguém, pode vir banhado de ouro porque se eu tenho tudo que eles dizem pra ser vice, com certeza a minha intenção de voto pra prefeito é muito maior”, afirmou

LIMPO NA PRAÇA

Falou sobre sua idoneidade e sustentou que sequer já assumiu cargo público em algum lugar, nem ao menos em Capinzal do Norte onde tem documento, assinado pelo ex-prefeito Dedé, constatando que o único cargo que assumiu por lá foi o de médico.

“Não tem uma pessoa em Codó que diga eu dei isso pra Zé Francisco, Zé não me pagou isso, nenhum”, argumentou concluindo “Eu nunca assumi cargo, se você quiser eu te dou o documento reconhecido firma em cartório e tudo, Dedé, prefeito da cidade me deu, sou médico do município (de Capinzal) eu nunca tive em outro cargo’, disse

RICARDO DESPACHADO

Deu uma alfinetada em Ricardo, citando-o como aquele, entre todos os demais, que, definitivamente, está despachado da política este ano por impedimentos jurídicos decorrentes de decisões na Câmara de Vereadores de Codó.

‘Qualquer coisa administrativa é possível você recorrer, você vai em todas as instâncias, mas ele não (Ricardo) o dele foi cassado pela Câmara não tem pra onde correr”, frisou

CARGA, CARTEIRA E MERENDA

Falando que possui apenas 2% de rejeição dentro de Codó, número bem diferente dos demais porque a maioria já passou pela administração municipal, soltou aquela ‘lapadinha’ citando o caso de ‘levar carteiras, merenda e outras coisas ( não citando para onde e nem quem o fez), acreditando, claro, na força do adágio popular “meia palavra basta para um bom entendedor”.

Segundo Zé Francisco são essas coisas que influirão negativamente na vida de seus concorrentes, coisas que não pesam sobre sua pré-candidatura, por isso ela continua firme.

“Meu amigo não tem quem tire, nós vamos ganhar a eleição, Acélio, eu tenho 2% de rejeição, por mais que vão dizer que eu fiz isso, que eu fiz aquilo na minha vida particular, mas isso não vai alterar no eleitorado, vai alterar é você ter levado carteira, merenda escolar, desviado recurso público, eu nunca desviei um centavo do povo, tudo que eu tenho até hoje, graças à Deus, eu consegui com o meu recurso e com a ajuda e a bênção de Deus”, concluiu

Deixe um comentário