NOVALUROM – O novo Larvicida utilizado no combate ao mosquito da Dengue em Codó

O município de Codó vem apresentando bons resultados no que diz respeito ao problema do mosquito vetor da Dengue. Desde o início do ano de 2014 os números mostram que o nível de risco a cada LIRAa que se realiza é cada vez mais baixo.

Combatendo a dengue
Combatendo a dengue

Sem dúvida o resultado positivo do projeto deve-se a dois importantes fatores: o empenho do efetivo de servidores que atuam em campo no dia a dia e a grandiosa participação da população em manter seus domicílios limpos e livres de objetos que possam servir como criadouros onde os mosquitos possam depositar seus ovos, inclusive o mosquito da Dengue.

Do mesmo modo que a situação entomológica, ou seja, o Índice de Infestação Predial pelo mosquito se encontra em baixo nível, sendo 0,2%, resultado do último LIRAa realizado no período de 22 a 25/07/2014, também não ocorreram casos de Dengue na população nos  últimos 60 (sessenta) dias, não que tenham sido confirmados pelo LACEN.

Durante muitos anos foi utilizado com muita eficiência o larvicida TEMEPHÓS conhecido popularmente como ABATE, é, aquele pozinho de cheiro estranho que o guarda colocava nos tanques, caixas d’água, toneis e outros recipientes para armazenagem de água, embora ainda produzindo bons resultados, o ABATE não será mais usado para matar a larva do mosquito da Dengue porque a nova arma, ou seja, o novo larvicida que vai substituí-lo chama-se NOVALUROM.

O Ministério da Saúde definiu 03 LIRAas para os municípios considerados de riscos e acima de 100 mil habitantes em todo o pais, sendo nos meses de janeiro, março e outubro, chamados LIRAs nacionais, o estado entendendo que o espaço de tempo entre março e outubro era muito longo, para ficar sem estas informações, inseriu o LIRAa estadual, configurado com 3º e agendado para o mês de julho, inclusive o município de Codó já realizou o LIRAa estadual no período acima mencionado.

O espaço de tempo entre um LIRAa e outro é no mínimo 60 (sessenta) dias, chamado de ciclo, durante este tempo, a atividade dos Agentes de Endemias que trabalham na Dengue, é única e exclusivamente o” Tratamento”, ou seja tratam todos os recipientes servíveis com abate, agora será com NOVALUROM.

A Unidade Regional de Saúde de Codó estabeleceu que os 06 (seis) municípios integrados a ela, iniciassem o uso do NOVALUROM simultaneamente no mês de agosto de 2014. E o município de Codó já está preparado para iniciar o tratamento com o NOVALUROM, no dia 04 de agosto de 2014.

Junto a esta expectativa existe ainda a esperança por parte de todos: o estado, a Regional de Saúde, o município de Codó, especialmente os Gestores Municipais (Prefeitura e Secretaria Municipal de Saúde) e que juntos possamos debelar esse mal chamado Dengue e assim melhorar em muito a qualidade de vida de todos os cidadãos e cidadãos Codoenses.

Por Francisco Santos Leonardo*

 Téc. em Entomologia da URS/Codó/Assessor de Endemias da SEMUS/Codó

Deixe uma resposta