Os problemas de uma Codó debaixo de chuva

Codó tem sérios problemas de drenagem da água pluvial, problemas que só se tornam mais evidentes, e ao mesmo tempo esquecidos, nesta época do ano, quando as chuvas caem com maior frequências até o fim de maio. Veja mais fotos em www.facebook.com/AcelioTrindade

Aguaceiro eterno na rua da Veneza
Aguaceiro eterno na rua da Veneza

Muitas ruas são, historicamente, verdadeiros riachos. Na rua da Veneza, no bairro São Pedro, não é de hoje que alaga até casas em dias de chuvas muito fortes. Cuidaram de asfaltá-la, o que já foi um grande avanço, mas fingiram que o problema de drenagem não existe e as famílias continuam sofrendo.

Semeão de Macêdo via riacho
Semeão de Macêdo via riacho

Encontramos problemas de volume maior (acúmulo) na rua Semeão de Macêdo, bairro São Benedito. No local, o bueiro estava quase entupido, acredito que por lixos, o que dificultava o escoamento precário da quantidade de água.

Água Fria entupido no Codó Novo
Água Fria entupido no Codó Novo

NO Codó Novo, as autoridades devem atentar para o fato do canal do Água Fria estar cheio de mato e lixo, carecendo, mais uma vez, de limpeza urgente. Se isso for feito, certamente, alagamentos de casas que ficam às margens do  maior riacho da cidade serão evitados.

O problema é grave para algumas famílias e precisa de maior atenção por parte do Poder Público que tem deixado as coisas escorrerem pelo ralo entupido a cada chuva que cai sobre nossa enxaguada Codó.

Um comentário sobre “Os problemas de uma Codó debaixo de chuva”

Deixe uma resposta