PACTO em Codó – IDEB do ensino médio do MA só atingiu 3.0

No município de Peritoró o orientador de estudos, Ezequias da Silva e Silva, em escola estadual, destacou uma das dificuldades da região – a exigência dos alunos por conteúdos, em sala de aula, mais atrativos, sobretudo envolvendo novas tecnologias de ensino, muitas vezes não acompanhada pelos professores que ainda aplicam métodos tradicionais com quadro negro e giz.

“Porque ele passa o dia inteiro conectado com a internet, com as redes sociais e tudo mais e quando ele adentra o ambiente da escola, quando chega no ambiente da escola o professor aplica um conteúdo tradicional, voltado apenas ao quadro e giz e essa não condiz com a realidade dele, então o conteúdo em si não se torna agradável, esse é o grande desafio…E AQUELE QUE NÃO SE SENTE ATRAÍDO PELO CONTEÚDO, CONSEQUENTE? Não aprende”, confirmou

Este e outros problemas têm reflexos diretos nos indicadores sociais do Ensino Médio no Estado do Maranhão.

IDEB NA REDE ESTADUAL

Para se ter uma noção, o IDEB 2013/2014 esperado era de apenas 3.3 numa escala que chega a 10 pontos, mas nossa média só alcançou 3.0. Existe, na atualidade, uma mobilização estadual, por orientação do MEC, com o intuito de reverter esta dura realidade educacional.

Representantes de seis municípios estiveram num seminário realizado ontem em Codó. O foco foi a mudança de comportamento do professor e em todo o Maranhão 14 mil deles passarão pela mesma qualificação.

Mas, desta vez, frisou a formadora regional do chamado Pacto pelo Ensino Médio no Maranhão, professora Sônia Rodrigues, tudo que eles ouvirem terá alguma ligação com os anseios de cada aluno.

“Então nós não temos mais aquela coisa do professor ser o único detentor do conhecimentos, hoje existe uma partilha de saberes e esse aluno é um convidado especial pra esse compartilhamento, principalmente os recursos tecnológicos”, frisou a formadora

VONTADE DE MUDAR

Conversamos também com a coordenadora geral do PACTO no Estado, Lindalva Maciel que deu outras explicações.

“É uma formação com uma carga horária de 200 horas, os professores estudam as diretrizes curriculares nacionais, os sujeitos do ensino médio, os conteúdos nas áreas de conhecimento que os alunos devem apreender, a intenção não é apenas melhorar os indicadores sociais do Estado do Maranhão, mas ver o aluno, como eu já havia mencionado, ver o aluno como ele deve ser visto”, explicou

Nesta região um novo seminário, parte da terceira etapa do PACTO que visa melhorar o ensino médio no Estado, será realizado em julho.

Um comentário sobre “PACTO em Codó – IDEB do ensino médio do MA só atingiu 3.0”

Deixe uma resposta