Pai que engravidou filha de 10 anos em Coroatá continua livre

A menina de 10 anos está vivendo na Casa Abrigo, no centro de Coroatá. O psicólogo que a acompanha não quis gravar entrevista, mas informou que ela mantém-se assustada e ainda não consegue entender que logo será mãe, ainda criança.

Segundo Anderson Lima, uma equipe médica tem realizado o pré-natal com a regularidade necessária e ela tem reagido bem à gestação de 4 meses.

DESDE OS 8 ANOS

De acordo com informações do Conselho Tutelar, a menina já vinha sendo abusada sexualmente desde os 8 anos de idade. Só recentemente ela passou por problemas de saúde e, quando levada ao médico, descobriu-se a gravidez. Quando o caso veio à tona, o pai dela, Antonio Lisboa Filho, de 28 anos, fugiu da cidade.

A mãe dela também abandonou a vítima e mais dois filhos para ficar com o suspeito. Desde dezembro do ano passado ninguém sabe do casal.

MÃE TINHA CIÚMES

A avó, Maria Francisca da Silva, com quem conversamos, deseja que Antonio seja preso, mas defende a filha identificada como Raimunda Alves da Conceição que, na opinião, abandonou a filha por ser uma mulher apaixonada.

Dona Maria Francisca também revelou que a mãe tinha ciúmes da filha com o marido e que chegou a falar em matá-la.

“A SENHORA ACHA QUE ELA É APAIXONADA POR ELE? sim…QUE ELA DIZIA? Parece que ela queria até matar a menina..ELA TINHA CIÚMES DA FILHA? Tinha..ENTÃO A SENHORA ACHA QUE ELA SABIA DE TUDO? Ela disse que não”, respondeu

PRISÃO PREVENTIVA

Não encontramos o promotor da Infância e Juventude na cidade. Na delegacia, o delegado Reno Cavalcante também não estava, mas uma escrivã informou que não há qualquer pista do paradeiro do casal até agora. A polícia aguarda também, da Justiça, a expedição do mandado de prisão preventiva de Antonio, pedido na última quinta-feira.

Deixe um comentário