PERIGO DE MADEIRA: Codó espera emenda de Glalbert Cutrim para fazer 5 pontes

Codó tem um histórico ruim com pontes de madeira. Na cidade elas estão na maioria dos bairros pondo em risco a vida dos cidadãos. Buracos bem perigosos, madeira visivelmente estragada e até pregos expostos, como  na rua José Mariano Saads.

Deputado Glalbert durante reunião de trabalho com o prefeito Zito Rolim, de Codó
Deputado Glalbert durante reunião de trabalho com o prefeito Zito Rolim, de Codó

A população reclama da demora no conserto, uma vez que vê-las de concreto armado é algo ainda mais difícil segundo o lavrador Donaldo Portela Gonçalves.

“até agora, já tem praticamente uns seis meses ou 1 ano, que ela tá nesse estado….E NADA? E nada acontece, né”, respondeu

Há cerca de 1 ano o próprio prefeito da cidade, Zito Rolim,  caiu no local onde deveria haver uma ponte de madeira  na zona rural do município, na região da Trizidela, fato que se ganhou repercussão nacional e foi retratado até pela TV Globo, por meio do programa Bom Dia Brasil.

SITUAÇÃO NÃO MUDA

Tanto   na cidade onde encontramos situações como a da rua Renato Archer, no Codó Novo, com pedaços de madeira pra cima avisando dos enormes buracos na ponte,  quanto na zona rural reclamação e acidentes continuam ocorrendo e a razão continua a mesma – falta de cuidados por parte da prefeitura.

Na semana passada uma caçamba tentou passar sobre a chamada ponte do riacho São José, mas  o peso foi maior do que ela podia suportar, resultado, a ponte desabou.

O motorista, Renato Araújo Silva, levou um susto, não se feriu, mas  ficou com bastante prejuízo.

“Também não vi nada, quando passei a primeira a ponte não aguentou  e quebrou…QUE TIPO DE DANO? Rapaz aí foi muito, empenou capa, foi embora um bocado de coisa, com certeza, muitos danos, o pneu furou também”, contou

Dezenas de lavradores precisam da ponte que agora ficou inutilizada. Quem tem moto usou o desvio improvisado, mas  deixavam claro que não era  do  que pretendiam ficar dependendo pelos próximos meses.

“Sem a ponte fica ruim da gente fazer alguma viagem , tem necessidade de fazer algum coisa, fica meio brabo…O QUE O SENHOR ESPERA DA PREFEITURA? A gente espera que ela arrume isso aí de cimento porque de tábua aí num vai não viu, passa muito caminhão pesado, caçamba”, disse o lavrador Isamel Pereira da Silva

O secretário-adjunto de Infraestrutura, Elcias Menezes, esteve na ponte do São José, no dia seguinte ao ocorrido. Não quis gravar entrevista, mas informou que até no sábado  daquela semana, ela estaria reformada (de madeira novamente) e o tráfego estaria liberado para a região.

ESPERANDO  GLALBERT

O secretário Márcio Esmero, de Infraestrutura, informou ontem, 27, que o município espera a liberação da verba de uma emenda do deputado estadual Glalbert Cutrim para fazer de concreto armado 5 pontes, entre elas as das ruas PADRE CÍCERO, RENATO ARCHER, ASSIS NOGUEIRA (ou X Nogueira) e São José.

5 comentários sobre “PERIGO DE MADEIRA: Codó espera emenda de Glalbert Cutrim para fazer 5 pontes”

Deixe um comentário