Por Jacinto Junior – Dedicatória aos professores

Jacinto Junior
Jacinto Junior

Um sentimento invade minha cabeça. E, nele, circunscreve-se uma palavra: educação. Educação nos remete à arte de ensinar o educando as primeiras letras, os números e o domínio da leitura.

Isto requer, por um lado, a habilidade e a paciência do educador em sincronizar o processo ensino-aprendizagem e, de outro, incitar a capacidade do educando em absorver esses ensinos básicos elevando seu desempenho e o nível de desenvolvimento cognitivo.

Portanto, podemos afirmar que és o mais nobre, o mais observado, o mais imitado e admirado. És um modelador, capaz de proporcionar mudanças significativas nos sujeitos aprendentes.

Certamente, vosso papel constitui parte integral da história de ontem, hoje e de amanhã! Orgulha-te não pelo fato de conduzir ditosamente uma turma, mas, por ter a consciência e a responsabilidade de que por meio de vossas mãos edifica ousadamente o futuro e alicerças com cimento a democracia.

A tua tarefa é a mais pungente, pois, vivencias em salas de aula situações diversas e inusitadas a ponto de se transformar e multiplicar sua razão de ser em outras como: psicólogo para apaziguar uma dissenção entre duas crianças, num médico para receitar um medicamento simples, num pai/mãe para ensinar o sentido da convivência e de ser em sociedade, por fim, ser educador é antes de tudo, ser um pedaço de gente que ama e sente amor; que abraça e quer ser abraçado, que chora e quer ser consolado, que geme as dores de outrem e silencia e grita; e, assim, prossegue em sua longa caminhada com o espírito eivado de paixão pelo oficio que escolheu empreender!

Deixo uma reflexão a todos, parafraseando o grande romancista nordestino que disse: “Mestre, não é aquele que ensina, mas, sim, aquele que de repente, aprende” (Grandes Sertões: Veredas, Graciliano Ramos).

Que neste dia, devotado aos construtores da sabedoria, manifeste-se a leveza de tua vitória e de teu reconhecimento na labuta mais nobre: a de ensinar e aprender. Parabéns, educadores, Boas Festas!

Cordialmente,
Professor Jacinto Júnior

5 comentários sobre “Por Jacinto Junior – Dedicatória aos professores”

  1. Muito ……………….! Na gestão dele na Semed, os professores comeram o pão que o diabo amassou.

Deixe uma resposta