Por Jacinto Junior – quanto vale uma pesquisa?

A princípio, a primeira impressão ou pensamento quem vem à nossa mente é no sentido de ‘comprar’ a informação. Bom, tal impressão ou pensamento fica a cargo de cada cidadão(ã) que tiver a oportunidade de ler o presente texto. Mas, no fundo, quero tratar dessa temática sob o foco de uma crítica construtiva e sem malícia, no entanto, extremamente lúcida sob o ponto de vista da realidade.

A Pesquisa Eleitoral dependendo do grau de comprometimento pode ser um poderoso instrumento em favor deste ou daquele candidato, desta ou daquela informação, ou contrariamente, pode ser um terrível desastre quando se descobre as manipulações construídas visando o beneficio deste ou daquele candidato, desta ou daquela informação.

Este é o primeiro de uma série de textos que elaborarei tratando da complexa cadeia de informação sobre Pesquisas Eleitorais e suas tendências.

A ideia fundamental é traçar um panorama entre os vários Institutos especializados – Ibope, DataFolha, Vox Populi estabelecendo alguns argumentos que deem uma configuração mais concreta e real sobre a tendência eleitoral local, visto que, nós fomos surpreendidos com a publicação de uma Pesquisa Eleitoral em que, um dos pré-candidatos atinge uma média extremamente significativa para uma disputa que ainda será iniciada somente daqui a um ano. Fatos dessa envergadura precisam ter cientificidade, caso contrário, a credibilidade do instituto ruirá e, de quebra, levará consigo aqueles que tentou beneficiar. Esse é um dado inescusável.

Portanto, nossa intenção é fornecer uma avaliação mais acurada e produzida com dados sobre os aspectos centrais contidos nos resultados apresentados pelos órgãos especializados na temática em questão.

Nossa primeira missão será debruçar sobre o material mostrado pelo blog Correio Codoense (16/07/2015). Nossa responsabilidade é grande, pois, serei crítico na medida em que for identificada alguma exacerbação, algum excesso.

Não direi a data para publicar o resultado desse material, pois, como já afirmei acima, estou pesquisando algumas experiências e resultados eleitorais em diversas cidades, verificando alguns dados como: evolução, estagnação (retração) e crescimento de candidatos inclusive introduzindo dados de nossas experiências eleitorais local, por isso mesmo, estarei ansioso para fechar tal pesquisa/investigativa e envia-la o quanto antes para ser postada.

A informação transparente e correta contribui para fortalecer o objeto do processo, entretanto, quando ela deixa de ser virtuosa, nada impedirá que tal objeto seja transformado em um processo profundamente negativo.

Por Jacinto Junior

Deixe uma resposta