Postos de saúde com orçamentos milionários continuam abandonados pela prefeitura

Nada mudou até agora em relação aos 9 postos de saúde em construção na cidade e zona rural do município de Codó. Continuam tomados pelo mato e, segundo moradores que visitamos, muitos não possuem sequer vigias há seis meses.

O governo justificou quando denunciamos o do bairro São Benedito, próximo ao matadouro, abandonado, que só 10% da verba teria sido liberada pelo Governo Federal, daí a paralisação.

O problema é que é geral. No residencial da Trizidela, ainda que estas casas sejam entregues este ano, os moradores da área dificilmente contarão com o atendimento do posto colado nas casas. Entramos e filmamos. Tem mato em todos os cômodos, capim alto, madeira estragando, carro de mão largado, a cena é desoladora para uma obra que custará aos cofres públicos R$ 260.000,00. ASSISTA AO VÍDEO

Enquanto isso, na Trizidela tem gente reclamando que o posto que oferecia 20 fichas/dia para consultas, agora só oferece 15 e não são em todos os dias da semana.

VEJA POR DENTRO

O posto do povoado Sabiazal, de R$ 200.000,00, considerado o de menor orçamento, está na mesma decadência. Quem viu as paredes sendo erguidas, agora assiste ao tempo deteriorá-las lentamente.

Creio que diante de tanto descaso a população já esteja  começando a achar que esta história de reeleição não foi um bom negócio.

Um comentário sobre “Postos de saúde com orçamentos milionários continuam abandonados pela prefeitura”

  1. Parabéns Acélio pela reportagem na mirante. Tá chegando no nível dos repórteres da tv cidade (biné). Crescendo feito rabo de cavalo. VOCÊ VAI LONGE ASSIM!

Deixe um comentário