“Precisamos do Pão Cultural”, diz João Batista Machado

Tomou posse ontem (30) no cargo máximo da Academia Maranhense de Letras, Artes e Ciência – ACLAC – o escritor João Batista Machado. Em seu discurso e à imprensa, no alto de seus 89 anos de idade e com uma saúde mental inabalável, se disse realizado.

João Batista Machado com o documentarista Cândido Sousa
Presidente João Batista Machado com o documentarista Cândido Sousa

“Esse é um sonho de todo intelectual, é um sonho que se materializa, é um sonho palpável, eu estou pegando, nós estamos achando e nós vamos trabalhar, trabalhar a nossa a cultura”, revelou à TV Mirante

“PÃO CULTURAL”

Como é comum entre as grandes mentes brasileiras, o historiador também deixou uma marcante frase citando o que chamou de ‘pão cultural’.

Referiu-se à necessidade que o corpo humano tem de conhecimento, a principal meta de cultivo da Academia que presidirá a partir de agora.

“Nós não precisamos só comer arroz e feijão, macarrão e a carne não, precisamos do pão cultural, ninguém pode viver sem cultura sem obedecer ao que o cérebro procura, o conhecimento, o cérebro precisa de conhecimento”, concluiu

4 comentários sobre ““Precisamos do Pão Cultural”, diz João Batista Machado”

  1. De fato, o homem precisa alimentar-se, não necessariamente, de pão. A Bíblia nos ensina isso! Para além do pão diario, o homem precisará encravar sua nova comida cultural a partir de pesquisas, densos estudos e muita disposição para superar o provincianismo em todos os aspectos. Saudações aos novos imortais!

  2. a ACLAC está aprovada, só acho que está muito família, a Srª Anisia e duas filhas, o Prof. João Machado, o filho, a nora e o sobrinho. Cuidado para não cair no descrédito.

Deixe um comentário