PREOCUPAÇÃO PARA O CARNAVAL: 583 codoenses vivem hoje com o vírus da AIDS

O Centro de Testagem e Aconselhamento contabiliza casos de HIV desde 2002.  Dados atualizados até fevereiro deste ano  mostram que já são 583 codoenses em tratamento contra o vírus da AIDS.

Destes, a maioria é formada por homens, ao todo são 310 com HIV.

A faixa etária mais atingida  está entre 15 e 39 anos, mas também há pessoas da terceira idade incluídas nesta estatística que as autoridades consideram preocupante. Hoje 34 idosos vivem com HIV aqui em Codó.

A coordenadora do Centro, Iviny Jordane Silva Nascimento explicou que apesar dos   homens estarem em maioria, são as mulheres que mais aparecerem para realizar o exame, sobretudo as gestantes que, geralmente, aparecem desacompanhadas.

“Então a gente conversa com a gestante toda vez que ela vem na maioria das vezes sozinha, a gente fala, orienta pra ela trazer este parceiro pra ele também fazer o teste rápido não é só a gestante que tem que fazer, o parceiro dela também tem que vir fazer, tem que ser acompanhado”, disse

JANEIRO E FEVEREIRO/2019

E os casos não param de aumentar.  Só nos dois primeiros meses deste ano já são 15 novos pacientes. Preocupados, as autoridades já planejaram ações para o carnaval.

Farão manhãs de conscientização dia 28 de fevereiro, quinta-feira,  na praça Almirante Tamandaré e dia 1º de março , sexta-feira, na entrada da cidade, distribuindo preservativos e orientando.

 “Pra prevenir pra que essas pessoas não venham a ser diagnosticadas com HIV, com  Sífilis ou então com as hepatites porque tem muitos casos na cidade, nas outras cidades vizinhas também, então a gente tem que prevenir estas pessoas”, frisou

Um comentário sobre “PREOCUPAÇÃO PARA O CARNAVAL: 583 codoenses vivem hoje com o vírus da AIDS”

  1. Acelio este número são os que estão cadastrados que recebem o complexo de AZT são muitos mais, chegando a mais de 2 mil casos. Camisinha em todas as relações. A prefeitura está distribuindo preservativo?

Deixe um comentário