Presidente da Câmara de Peritoró pode virar secretário de finanças

Constantino Neves

O vereador de Peritoró, Constantino dos Santos Neves, informou ao blogdoacelio que a cidade vive um momento complicado na atualidade dado a crise de administração por que passa o governo de Agamenon Milhomem.

Na sessão da Câmara de ontem, 21, foi levantada a hipótese, por vereadores da base aliada do governo, do presidente, vereador Careca, como é popularmente conhecido, assumir a secretaria municipal de finanças.

Segundo Constantino, a sugestão para Agamenon foi dada pelos cinco vereadores de situação.

“Resolveram sugerir para o prefeito tirar o secretário de administração e finanças, Vilmar Martins, se não me engano (referindo-se ao sobrenome) e a coordenadora da folha de pagamento que é dona Raimundinha e eles (vereadores) dizem que esses dois é que estão atrapalhando a administração”, disse

FOI DITO NA CÂMARA

A sugestão teria sido confessada e alardeada ontem na sessão ordinária da Câmara de Peritoró.

“Então os vereadores hoje, 21, foram dizer abertamente na Tribuna que sugeriram isso ao prefeito, para o prefeito tirar eles dois e botar o presidente da Câmara como secretário de finanças, isso eu nunca nem tinha visto”, frisou Neves

CONSTANTINO ACONSELHOU

Na visão do vereador de oposição, Careca não deve aceitar a imposição dos seus colegas de base, pois estará deixando um poder (legislativo) para ser mandado pelo prefeito, diretamente. Outra razão de sua oposição ao fato é que, pelo andar da carruagem, o vereador não dará conta de dar rumo certo à administração.

“Então eu fui pra tribuna, usei 15 minutos, disse para o presidente não fazer isso porque ele tá cometendo um grande erro, nós estamos num final de governo que tem funcionado, constantemente, com salários atrasados, muito difícil dele resolver isso e depois não é uma escolha do prefeito é uma imposição dos 5 vereadores”, disse

O blog tentou diversas vezes falar por telefone com o presidente da Câmara para ouvir dele um posicionamento, se aceitará ou não, mas não conseguimos.

Deixe um comentário