Preso que atirou em policial dentro do Fórum em São Luís ficou paraplégico

Erinaldo
Erinaldo

Após envolver-se em um tiroteio em pleno Fórum Desembargador Sarney Costa, em São Luís, o detento Erinaldo Almeida Soeiro ficou paraplégico, segundo informou a Secretaria Municipal de Saúde (Semus).

Ele foi submetido a uma cirurgia no Hospital Djalma Marques (Socorrão I), para a retirada de uma bala próxima à coluna vertebral, mas acabou perdendo o controle e a sensibilidade dos membros inferiores.

Na última quinta-feira (31), Erinaldo foi atingido por três tiros, após balear o policial civil Enedias Chagas Neto, momento depois de prestar depoimento à Justiça, em um processo em que responde por duplo assassinato.

Segundo a Semus, o detento não corre risco de morte e seu quadro é estável. Porém, devido ao fato de um dos projéteis ter atingido a sua coluna vertebral, ficou paraplégico.

Erinaldo é acusado pelo Ministério Público de ter assassinado dois irmãos empresários, em um crime de encomenda, em 2012, no Distrito Industrial, em São Luís.

Já o policial foi encaminhado a um hospital particular da capital, após levar um tiro no pescoço , e não corre risco de morte.

Leia a íntegra da nota encaminhada pela Semus:

A Secretaria Municipal de Saúde (Semus) informa que Erinaldo Almeida Soeiro permanece no Hospital Municipal Djalma Marques (Socorrão I), onde foi submetido a procedimento cirúrgico, na quinta-feira (31). A Semus esclarece, ainda, que, de acordo com os médicos que atenderam ao paciente, Erinaldo tem quadro de saúde estável, e não corre risco de morte; porém, devido ao fato de o projétil ter atingido a sua coluna vertebral, ele ficou paraplégico. A Secretaria comunica, também, que ainda nesta sexta-feira (1º) será providenciada a transferência do paciente para o Hospital Municipal Clementino Moura (Socorrão II), onde deverá permanecer até receber alta médica.

Deixe uma resposta