PROTESTO – Lavradores codoenses que fecharam BR-316 ocupam prédio de Secretaria Estadual em São Luís

Já estão na capital São Luís, desde às 16h, desta terça-feira (25) mais de 40 agricultores do povoado Bela Vista e região, em cumprimento à uma promessa que fizeram, inclusive  via imprensa, de que caso eles não recebessem os restante das 900 hectares de terra que compraram em 2005 (só receberam 302 hectares e estão pagando R$ 22.000,00 por ano pelos 900) até hoje (25/11) ou qualquer sinal de que isso seria resolvido, ocupariam a sede da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social ou qualquer outro órgão ligado ao Crédito Fundiário.

É onde estão acampados, na rua do Giz, por trás do Shopping do Cidadão.

“Estamos prontos pra ficar aqui até sermos atendidos. Trouxemos foi uma banda de boi pra assar aqui”, garantiu por telefone o presidente da Associação de Produtores de Bela Vista, Samuel Trindade.

Hoje mesmo houve movimentação da Secretaria na tentativa de localizar alguém que pudesse ouvir os lavradores codoenses. Até o fechamento desta postagem ainda não havia resultado.

PRF NÃO RESOLVEU

Na última terça-feira (18), estes mesmos lavradores INTERDITARAM a BR-316, em protesto. A Polícia Rodoviária Federal interferiu retirando troncos de madeira da pista para liberar o tráfego.

No mesmo dia, diante da ameaça dos agricultores de voltarem a fechar a rodovia, pediram 8 dias de prazo para tentar intermediar uma solução, como isso não ocorreu os lavradores fizeram o que disseram que fariam – ocupar algum órgão estadual na capital São Luís.

A qualquer momento novas informações.

Um comentário sobre “PROTESTO – Lavradores codoenses que fecharam BR-316 ocupam prédio de Secretaria Estadual em São Luís”

Deixe uma resposta