Diário Oficial revela que Codó tem um dos carnavais mais caros do Brasil e sem licitação

Os dados reais do governo Zito Rolim estão vindo à tona por meio da imprensa eletrônica. Agora a mais nova página divulgada do Diário Oficial do Estado nos revela o quanto o carnaval codoense custa caro aos cofres públicos, ao bolso do contribuinte.

No Diário de 28 de outubro de 2011 consta a quase singela quantia de R$ 750.000,00 que a prefeitura contratou com a empresa Vieira e Bezerra Ltda. para a realização da festança.

O objeto do contrato, diz o Diário Oficial, foi  CONTRATAÇÃO DE BANDA NACIONAL PARA O III (3º) CARNAVAL DE NOSSA GENTE da Prefeitura Municipal de Codó, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Igualdade Racial. O EXTRATO publicado é de inexigibilidade de licitação, ou seja, o governo utilizou a lei 8.666/93 para gastar quase R$ 800 mil sem licitação.

A brecha existe na Lei,  que em seu art. 25, que aparece como justificativa no Diário Oficial, inciso III (três) determina que não precisa haver licitação quando houver inviabilidade de competição:

“Para contratação de profissional de qualquer setor artístico, diretamente ou através de empresário exclusivo, desde que consagrado pela crítica especializada ou pela opinião pública”.

É como se todas as bandas que tocaram no 3º Carnaval de Nossa Gente (ano 2011) fossem de renome NACIONAL. Será? Se não foram, ficou por isso mesmo (R$ 750.000,00).

MAS só para tirarmos esta dúvida, reveja a programação do carnaval de 2011 e tire sua conclusão: diante do que diz a lei, era ou não preciso licitar os nossos R$ 750.000,00?


Sexta – 25/02 (Prévia)
Sexta – 04/03 Sábado – 05/03 Doming – 06/03 Segunda – 07/03 Terça – 08/03
Trio Kaiambá Kaiambá Baianidade Muído Elétrico Free Lance
Marabaiano Carimbada Sutiã Rendado Banda Luau Balanço Novo
Sambauê Jheremias Fabrícia e Banda Gargamel Caviar com Rapadura

 

VALORES DE 2013

Para 2013, segundo o Diário Oficial de 29 de abril deste ano, a mesma empresa, para fazer o mesmo serviço – CONTRATAÇÃO DE BANDAS ATRAVÉS DO SEU EMPRESÁRIO PARA A REALIZAÇÃO DO CARNAVAL NOS DIAS 08, 09, 10, 11  e 12, esteve a frente do nosso carnaval, novamente, sem licitação (inexigibilidade Nº 001/2013, diz o Diário).

Mas este ano o montante foi bem maior, exatos R$ 1.150.000,00,  em contrato assinado dia 16 de janeiro de 2013.

18 comentários sobre “Diário Oficial revela que Codó tem um dos carnavais mais caros do Brasil e sem licitação”

  1. Que coisa aberrante. Será que aqui existe polícia paa investigar isso aí, poque a promotoria a “nossa gente” já tem a tranquilidade que não faz nada
    Marrapá essa dinheirema toda só para as bandas musicais.
    Será quanto foi gasto com o restante: Chicabana, Trios Eléticos, estrutura de camarote e palcos, etc.
    Enquanto milhões foram só para bandas, segundo Dr. Duailibe não havia remédios nem materiais no hospital.

  2. Chamem a …., …, … URGENTEEEEEEEEEEEEEEEE.
    Apresentem isso as autoridades da Câmara Municipal, especialmente ao Carrim, Gracinaldo, Chaguinha, Rodrigo, Pedro Belo e ao Pastor Max.

  3. Chamem a …., …, …. URGENTEEEEEEEEEEEEEEEE.
    Apresentem isso as autoridades da Câmara Municipal, especialmente ao Carrim, Gracinaldo, Chaguinha, Rodrigo, Pedro Belo e ao Pastor Max.

  4. Mas a manada gosta é disso mesmo. Na época dos romanos era pão e circo, agora no Cuduó é pinga e circo. E como disse Maria Antonieta, batatas ao povo. Foi decapitada. Mas no Cuduó sua nova versão é aplaudida.

  5. É muito engraçado só agora perceberam isso. Essas coisas acontecem em Codó á anos, mas nunca falaram nada. Ricardo Archer, Biné Figueiredo e Zito sempre investiram muito em carnaval. A população sempre apoiou porque, estão lá todos os anos.

    1. Apoiar e fazer uma festa de carnaval é uma coisa, mas ………. é outra.
      Ei cadê a Nota Fiscal do CHICABANA e o CPF do responsável pelo pagamento?

  6. infelizmente falta conscientização e senso crítico sem querer ofender, e daí? é o dinheiro público usado indevidamente. Licitação é a Administração Pública contratar por meio de um processo “lícito”, é o nosso dinheiro que poderia melhorar por exemplo saúde e educação, infelizmente acontece esse fato lastimável, má administração, ….. sem compromisso com o bem público, e ñ ,e refiro só à atual administração,todas as passadas devem ter feito o mesmo processo, o Sr. Alberto Barros ….. a mão no dinheiro de carnaval tbm, e hoje critica, mas um dia tudo mudará(espero).

  7. Ainda nao sabem fazer um carnaval eu consigo fase um muito melho com menos e com bandas palco e trio eletrico que tem um som de qualidade pois o povo de codo nao estao sabedo o que e um carnaval.

Deixe um comentário