Secretário esclarece equívoco que levou dezenas à porta de escola para inscrição de casas da Trizidela

Nas primeiras horas da manhã de ontem, 17, uma enorme fila já estava formada, dobrando quarteirão, ao redor do muro da escola Ananias Murad. O blogdoacelio parou para saber do que se tratava e alguém informou que a fila era para fazer cadastro do programa Minha Casa, Minha Vida, cujas casas serão construídas no bairro Trizidela.

Marcelo Moebus

Por volta das 8h30, a fila se dispersou, as pessoas voltaram para suas residências. Intrigado com o que ocorrera nos dirigimos à Secretaria Municipal de Indústria e Comércio, hoje a mais ligada à este serviço de cadastro junto à Caixa Econômica Federal.

Fomos atendidos por Marcelo Moebus, secretário da pasta, que, gentilmente, explicou que não houve nenhum comunicado por parte da Prefeitura dizendo que o cadastro seria iniciado ontem, na verdade ainda não existe nem data certa.

“As pessoas devem ter, por elas mesmas, entendido que esse cadastro começaria logo após as comemorações do aniversário de Codó. Na verdade, este comunicado, de forma oficial, partindo da prefeitura, nunca existiu”, justificou Moebus

2 MIL CASAS

Marcelo aproveitou para dizer que, provavelmente depois do dia 20 de abril esse cadastro comece na escola Ananias Murad, mas a data certa será anunciada nos meios de comunicação para que todos saibam.

“Depois que a gente anunciar vamos instalar uns 8 computadores na Ananias Murad pra ficar lá direto fazendo cadastros, enquanto tiver fluxo estaremos lá, dois, três meses”, afirmou

Segundo o secretário de Indústria e Comércio, além das mil casas já garantidas para a Trizidela, já existe projeto, praticamente certo, de mais 1.000 casas para o bairro São Pedro.

O NIS

Para os próximos candidatos a ter uma dessas duas mil casas, do Minha Casa Minha Vida, haverá uma exigência a mais, que todos tenham o NÚMERO DE INSCRIÇÃO SOCIAL – NIS. A maioria das pessoas que possuem o Bolsa Família já possuem este número, quem ainda não o tem deve procurar, segundo Moebus, a Secretaria de Assistência Social para ir se antecipando à nova exigência.

Deixe uma resposta