Secretário Ricardo Torres se defende de acusação de estar ‘atendendo na UPA”

O secretário de Saúde, Ricardo Torres, falou ontem (19) aos ouvintes do programa Cidade Notícias, sobre a denúncia de uma senhora ouvinte que teria falado ao vivo na rádio FCFM, no horário do jornalista e radialista Alberto Barros, que teria visto o secretário consultando na UPA.

Ele disse que ouviu a fala da mulher, mas achou estranho. Esclarecendo a situação até brincou com o jornalista, ao vivo.

“Eu vi um pouco da fala da senhora, agora eu atribuo isso às vezes a achar algum médico parecido e aí pode ter, poder ter…porque na UPA eu vou com frequência, eu não sei qual foi o dia que ela achou que eu estava lá fazendo atendimento, mas vou à UPA com frequência. A gente trata com a direção, trata com médicos (…) então ela pode ter achado o médico parecido, mas eu tenho que ter cuidado com esse médico, viu Alberto, porque vai que ele tá em lugar proibido, minha mulher fica sabendo que esse médico tá lá e pensa que foi eu….AÍ COMPLICA, NÉ SECRETÁRIO?…esse médico num lugar proibido, aí a mulher vai ficar com raiva de mim”

Ricardo Torres disse que frequenta a UPA, mas nunca avaliou paciente, apenas os encaminha, quando se ver diante de tal necessidade.

“é normal eu frequentar a própria UPA, frequentar o HGM, os postos, mas sempre que alguém se apresentar com algum problema a gente procura orientação médica, a gente encaminha pro médico e procura fazer uma marcação, procura um médico que esteja mais próximo, alguma urgência, ou aciona o SAMU no caso de uma necessidade mais grave, agora eu mesmo fazer um atendimento, avaliar paciente nem pensar”, afirmou

2 comentários sobre “Secretário Ricardo Torres se defende de acusação de estar ‘atendendo na UPA””

  1. A MULHER LIGA E ALBERTO FICA DANDO ASAS. SE FOSSE EU ENTRARIA COM PROCESSO CONTRA À OUVINTE E O APRESENTADOR. E FARIA TAMBÉM COM OS INCITADORES DA VIOLÊNCIA.

  2. A direção da UPA deveria se manifestar sobre a contratação de laboratório alienígena (de fora) para realizar os procedimentos e os exames daquela unidade, em detrimento dos laboratórios de Codó. Será que isso vai continuar na atual gestão? Tenho certeza que os laboratórios da cidade são capacitados e deveriam ser contratados para realizar o serviço. Com a palavra, a direção da UPA.

Deixe um comentário