SEM ABONO – Prefeito Zito diz que recurso extra do FUNDEB já foi utilizado

O Sindicato que defende os professores (SINDSSERM) sabe que o município já recebeu do FUNDEB R$ 3.233.262,84. O recurso extra é uma compensação pelas perdas do ano passado entregue aos cofres municipais entre abril e maio de 2014, para ajudar o município a cumprir com o pagamento do Piso Salarial Profissional Nacional.

A luta, iniciada em novembro, é para que o dinheiro seja repassado à categoria como acréscimo salarial ou em forma de abono, como relatou o atual presidente Antonio Celso Moreira

“O gestor pode utilizar dois critérios, ele pode colocar como acréscimo salarial, como reajuste salarial, além do reajuste que o próprio governo federal faz, e ele também pode pagar como um abano salarial para os professores”, explicou

Mas não será tão fácil assim, outra vez.

Depois de não conseguirmos contato com a secretária de educação, Rosina Benvindo, que estava de viagem de trabalho, conseguimos falar com o prefeito da cidade, Zito Rolim, a respeito.

PALAVRA DO PREFEITO

Disse ele que este recurso já foi utilizado ao longo do ano nas melhorias proporcionadas pela Secretaria de Educação aos professores. Deixou claro que não haverá abono, da forma como deseja o sindicato, este ano.

“Todos os benefícios à categoria foram repassados. Esses recursos que caem no início do ano e esse dinheiro é usado no melhoramento de tudo que a Secretaria da Educação tem feito, entendeu?”

OFICIALMENTE O QUE PODEMOS DIZER, QUE JÁ FOI REPASSADO, QUE OS PROFESSORES JÁ RECEBERAM DE ALGUMA FORMA? Não, os professores receberam tudo que eles têm direito. Além do 60% que é destinado ao profissional, nós temos pago além disso. Nós estávamos com mais de 70%, ou seja, nós cumprimos com todos os nossos compromissos relacionados à categoria. Esse recurso que chega no ano seguinte ao longo do ano todo ele é diluído, por sinal chega num fim de ano desse aí a gente fica com dificuldade até de pagar o 13º”, esclareceu o prefeito

NA JUSTIÇA

Cada município tem até janeiro do ano seguinte para aplicar o recurso extra, mas pelo visto, pelo menos em Codó, o esperado não ocorrerá.

O Sindicato já tomou a decisão de procurar a Justiça para forçar o repasse aos mais de 1.800 educadores que atuam em salas de aula codoenses.

Primeiramente nós vamos mobilizar a categoria (…)nós iremos tomar as medidas cabíveis, o que não pode é o prefeito silenciar diante de um recurso que recebeu e não mostrar, não esclarece nada do que ele vai fazer com esse recurso”, garantiu professor Celso

13 comentários sobre “SEM ABONO – Prefeito Zito diz que recurso extra do FUNDEB já foi utilizado”

  1. Claro que foi utilizado, mas não pra pagar a categoria, ………………………… Alguém já se perguntou de onde vem o dinheiro pra pagar essas ………………? Então tá respondido.

  2. Se já foi utilizado, tem que mostrar onde e como. Para mim, qualquer governante que não mostra seus gastos para a população – pior, entra até na justiça para não prestar contas – está assinando um atestado ………..

  3. Esse foi o Prefeito apoiado pelo Sindicato que defende os professores (SINDSSERM) em 2009. Grande parte da Direção do Sindicato(SINDSSERM) de então, está hoje na Secretaria de Educação em Cargos Comissionados e ganhando muito bem.
    Bem feito a todos, os Professores apoiarem um candidato a Prefeito que não sabe nem o que é um GIZ, Imaginem ler um LIVRO, e que fugiu de todos os debates da eleição de 2009 e 2012.
    Pior ainda vai ficar, não esqueçam as Escolas de Palha do Fantástico.. continuam do mesmo jeito.

Deixe uma resposta