Sindicato dos Comerciários fiscaliza empresas codoenses que não fizeram acordos para hora extra

O presidente do Sindicato dos Comerciários de Codó, Ribeiro, concedeu entrevista ao radialista Francisco Lemos, ontem, 23, falando sobre acordos para pagamento de horas extras entre patrões e empregados para o NATAL e VIRADA DE ANO.

Deixou claro que todas as que utilizarão mão de obra em regime de horário diferenciado (para mais) terão que firmar o acordo e levar para o Sindicato homologar.

“A empresa que necessita funcionar em horário extraordinário ela prepara um acordo com seus colaboradores, após este acordo feito, assinado e eles combinarem tudo, vem para o sindicato para ser homologado, ou seja, para ser reconhecido como válido. Qual o papel do sindicato nessa parte? é fazer uma análise se o acordo está se enquadrando com o acordo coletivo e com a CLT…SE NÃO TIVER DE ACORDO O SINDICATO NÃO VAI CONCORDAR COM A HOMOLOGAÇÃO? se não tiver de acordo ele vai retornar, por exemplo, vamos dizer que as horas extras não estão conforme determina, nesse caso é orientado a fazer conforme a convenção, retorna, é feito novo acordo e é trazido pra gente, agora esse acordo não é com o sindicato, é com os colaboradores por quê? porque ninguém é obrigado a fazer hora extra”, explicou

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO DAS LOJAS

Conforme o acordo firmado a fiscalização atua. Nestes dias, o Sindicato tem ido ao centro ver empresas que estão fazendo horas extras sem o acordo.

“Diante desse acordo feito a gente vai acompanhar como é que está funcionando, ontem, já estávamos no centro olhando como é que tá a situação por quê? porque ainda tinha, alias ainda tem algumas empresas que ainda não fizeram esse acordo, então o que a gente tá fazendo? tá indo ver quem tá abrindo mesmo sem fazer o acordo, então a gente tá fiscalizando (…) porque pra funcionar precisa fazer o acordo”, disse

Um comentário sobre “Sindicato dos Comerciários fiscaliza empresas codoenses que não fizeram acordos para hora extra”

Deixe uma resposta